PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Anvisa proíbe venda de lotes de paçoca por alto teor de substâncias cancerígenas

Decisão vale para a paçoca rolha, da marca Dicel, feita em Goiânia (GO)
Fábio Barbosa  |  18/05/2017 05:57
noticia Anvisa proíbe venda de lotes de paçoca por alto teor de substâncias cancerígenas
noticia Anvisa proíbe venda de lotes de paçoca por alto teor de substâncias cancerígenas

Pela segunda vez, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspende a comercialização e distribuição e venda de lotes de paçoca após constatar a presença de elevado teor de substância cancerígena. A decisão da agência foi divulgada nesta quarta-feira e vale para a paçoca rolha, da marca Dicel, feita em Goiânia (GO).

Segundo a agência, os lotes dos doces da marca Dicel, fabricados pela WK Produtos Alimentícios Ltda, que não devem ser consumidos são o 0042, 0029, 0040, 0026, 0023, 0092 e 0024. O comunicado de recolhimento da mercadoria foi feito após auditoria interna identificar a presença das aflatoxinas.

Reincidente

A paçoca da marca Dicel já havia sido proibida pelo mesmo problema no mês de março. Na autuação anterior, apenas o consumo de um lote do produto foi vetado.

A interdição vale para todo o território nacional. Procurada, a Dicel informou que não havia sido notificada sobre a interdição.

O DIA

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores