PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Deputado federal admite que PSDB está prestes a desembarcar do governo

O tucano acredita que o Brasil está passando por um momento em que há possibilidade de mudança real
Fábio Barbosa  |  25/05/2017 16:35
noticia Deputado federal admite que PSDB está prestes a desembarcar do governo
noticia Deputado federal admite que PSDB está prestes a desembarcar do governo

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) admitiu que o PSDB pode desembarcar do governo a qualquer momento. Ontem, a bancada tucana se reuniu com o presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (PSDB/CE), e o que foi dito é que existe uma unanimidade da bancada de que o governo acabou.

Segundo Pedro, a saída para o país é a eleição indireta, porque, nas atuais condições, o governo "não tem mais condições de governar e a agenda que o Brasil precisa".

"Não tem sentido estar à frente do governo se não tem mais como impor as mudanças que o Brasil precisa", disse Pedro Cunha Lima.

O deputado federal paraibano disse, ainda, que o PSDB está focado em construir uma alternativa, mas reconhece que "todas as alternativas envolvem risco".

O tucano acredita que o Brasil está passando por um momento em que há possibilidade de mudança real. Focando nas eleições indiretas, Pedro defendeu o nome do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, por sua experiência, para assumir os destinos do país.

O senador Tasso Jeiressati desembarca nesta quinta-feira, 25, em São Paulo para consultar os tucanos paulistas sobre posição do partido em relação ao governo Michel Temer.

É a primeira parada de um giro que o dirigente pretende fazer pelo Brasil para consultar as bases da sigla antes do esperado desembarque do PSDB do governo.  

Tasso será recebido às 18h pelo prefeito João Doria e o secretário de Governo, Julio Semeghini, na Prefeitura.  O senador também se encontrará com Geraldo Alckmin ainda nesta quinta-feira no Palácio dos Bandeirantes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores