PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Tragédia! Goleiro de 16 anos morre após levar bolada no estômago

'Morreu nos meus braços', disse o treinador. Ele e o pai do jovem atleta reclamaram da demora por um atendimento médico
Fábio Barbosa  |  25/06/2017 16:58
noticia Tragédia! Goleiro de 16 anos morre após levar bolada no estômago
noticia Tragédia! Goleiro de 16 anos morre após levar bolada no estômago

As categorias de base do futebol do Paraguai viveram uma tragédia recentemente. Na sexta-feira (23), um goleiro de apenas 16 anos morreu depois de levar uma bolada em torneio juvenil. Neste domingo (25), exames do atleta que foram divulgados apontam morte súbita e problema cardíaco.

Bruno Cañete, goleiro do Sport Colombia, disputava um jogo contra o Cerro Corá no torneio juvenil na cidade de Fernando de la Mora, no sudoeste do Paraguai. Ele levou a bolada forte à altura do estômago e logo caiu no gramado, segundo informações do jornal "Ultima Hora".

O jogador, que era da categoria sub 18, chegou a ser atendido no campo por membros do time. De acordo com informações do canal de TV local "SNT", não havia ambulância no estádio. Ao canal, Alex Quintana, treinador da equipe de Bruno atuava, disse que ele e outras pessoas tentaram reanimar o menino, mas ele não estava respirando. "Morreu nos meus braços", disse o treinador a uma radio paraguaia. Ele e pai do jovem atleta reclamaram também da demora por um atendimento.

Bruno ainda foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu.  

Problemas cardíacos

Também segundo reportagem do jornal "Última Hora", foi realizada uma autopsia no garoto e os primeiros resultados indicam problemas cardíacos como a causa da morte e não necessariamente a bolada. Bruno teve uma morte súbita.

Falta de médicos

Ainda segundo o jornal, Rober Harrison, presidente da APF (Associação Paraguaia de Futebol) assumiu o erro no jogo pela falta de médicos no local. "Não está no regulamento, mas vamos regulamentar. Pelo menos deve haver um paramédico em cada jogo. Devem haver ambulâncias e paramédicos em todas as partidas", afirmou o dirigente.

Homenagens

Times como o Cerro Porteño e o Libertad, da primeira divisão do futebol do Paraguai, prestaram homenagens ao goleiro morto neste final de semana. Bruno passou pela base do Libertad e foi lembrado pela equipe na página oficial do Twitter.

Ao lado de uma imagem do time da base na rede social, a equipe escreveu que se solidariza com a dor da família de Bruno e que o goleiro será para sempre um campeão. O Cerro Porteño também prestou condolências à família do jovem.

iG

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas