PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Prefeitura define empresa que vai implantar zona azul em Sousa

Serão cobrados R$ 2,00 para carro e R$ 1,00 para moto por cada 2 horas. Cerca de 60 ruas já foram mapeadas para receberem o serviço
Fábio Barbosa  |  05/07/2017 19:13
noticia Prefeitura define empresa que vai implantar zona azul em Sousa
noticia Prefeitura define empresa que vai implantar zona azul em Sousa

Após o processo licitatório, o setor de licitação divulgou a empresa ganhadora do certame que vai gerenciar o sistema de Zona Azul que será implantado em Sousa. A Estacionamento Digital passará a ser responsável pelo sistema de estacionamento rotativo.

O serviço será destinado aos usuários proprietários de carro e moto. Será cobrado o valor de R$ 2,00 para quem utiliza o carro. O usuário de motocicleta pagará a quantia de R$ 1,00. Cerca de 60 ruas em Sousa já foram mapeadas para receberem o serviço.

Conforme José Alan de Abrantes, superintendente da Superintendência de Transportes e Trânsito de Sousa (STTRANS), a Estacionamento Digital vai instalar um escritório em Sousa, com intuito de oferecer um serviço de qualidade à população.

Ainda conforme o superintendente, acontecerá uma audiência pública para que a implantação da Zona Azul seja debatida e discutida com toda sociedade. “É o momento de interagir com os sousenses. Será um momento de explicar como o serviço será desenvolvido. Toda sociedade sousense será convidada”, explicou.

“A Zona Azul tem como principal objetivo promover a rotatividade das vagas de estacionamento, racionalizar o uso do sistema viário em áreas da cidade, além de organizar e disciplinar o espaço urbano de forma a aumentar a oferta de vagas. A implantação do projeto na área do comércio e em outras vias de grande tráfego e estacionamento vai contribuir para uma melhor mobilidade urbana”, explicou José Alan de Abrantes.

Por fim, segundo o superintendente da STTRANS, a implantação da Zona Azul em Sousa faz parte da democratização do espaço público, já que a via pública pertence a todo e qualquer cidadão. O usuário vai ter um determinado tempo de 2 horas que poderá permanecer em um local, com tolerância de 10 minutos. “Para uma melhor organização do trânsito em nossa cidade, o prefeito Fábio Tyrone exige que o projeto seja implantado”, concluiu.

Assessoria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores