PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Presidente do Coren-PB é acusado de manobra para beneficiar aliada

Ronaldo é presidente por dois mandatos e essa é a segunda vez que a disputa se dará por chapa única
Fábio Barbosa  |  11/07/2017 18:21
noticia Presidente do Coren-PB é acusado de manobra para beneficiar aliada
noticia Presidente do Coren-PB é acusado de manobra para beneficiar aliada

A sucessão da diretoria no Conselho Regional de Enfermagem do Estado da Paraiba (Coren-PB) vem sendo motivo de muitos embates da categoria. Isso porque o atual presidente, Ronaldo Bezerra, está sendo acusado de indeferir as duas outras chapas de oposição, só permitindo participar da disputa a chapa apoiada por ele, que tem como candidata a presidente  Renata Ramalho.

Ronaldo é presidente por dois mandatos e essa é a segunda vez que a disputa se dará por chapa única. As chapas 2 e 3 foram indeferidas por supostas irregularidades que também estariam presentes na chapa que recebe o apoio do atual presidente.

Entre as irregularidades estariam: candidaturas feitas em desconformidade ao Parecer Normativo 03/2017 do CoFEN( motivo de indeferimento da chapa 2 e não da chapa 1) , caso de vereador já com dois cargos públicos tentando a investidura num terceiro cargo , falta de declarações de punho concordando com a candidatura , falta de certidões negativas de segundo grau da Justiça Federal , falta de certidões de primeiro grau da justiça estadual para candidato , entres outras .

Os candidatos com as chapas indeferidas já recorreram da decisão e prometem acionar a justiça caso não possam disputar a eleição. “Ele não nos representa e não vamos permitir mais esse golpe. Vamos recorrer junto ao Conselho Federal e se o caso não for resolvido, procuraremos a justiça”, Antônio Melo, enfermeiro filiado ao COREN da PB.

MaisPB

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores