PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

No Rio de Janeiro, pesquisa aponta Bolsonaro na frente de Lula

Bolsonaro tem larga margem sobre Lula no eleitorado masculino (34,1%, contra 17%), mas perde entre as mulheres
Fábio Barbosa  |  12/07/2017 09:41
noticia No Rio de Janeiro, pesquisa aponta Bolsonaro na frente de Lula
noticia No Rio de Janeiro, pesquisa aponta Bolsonaro na frente de Lula

Pesquisa realizada dos dias 6 a 10 de julho indicam que, caso as eleições presidenciais fossem hoje, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) receberia, no Estado do Rio, 22,8% dos votos, superando o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT), que teria a preferência de 17,7% do eleitorado. O levantamento é do Intituto Paraná Pesquisas, encomendado pelo DIA, e também mediu a aprovação ao governo Temer. A fatia da população que considera a gestão ótima ou boa soma apenas 6,8%.

O instituto trabalhou com dois cenários na pesquisa estimulada para presidente. No primeiro, o PSDB é representado pelo prefeito de São Paulo, João Doria; no segundo, pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Doria se sai melhor, alcançando 8,9% da preferência do eleitor fluminense, enquanto Alckimin atinge apenas 5,3%. Em ambos os cenários, no entanto, os candidatos tucanos teriam menos votos que o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa.

Barbosa, que tem conversado com diversos partidos — ente eles, o PSB — e considera uma eventual candidatura na eleição do próximo ano teria 10,3% dos votos no Estado do Rio, caso a eleição fosse hoje. Marina Silva (Rede) ficaria com 8,9%, Ciro Gomes (PDT), 5,6% e Alvaro Dias (Podemos) seria preferido de 3,5% dos eleitores.

O número de pesquisados que não optou por nenhum dos candidatos foi de 17,6%; os que não souberam responder, 5,4%.

Bolsonaro tem larga margem sobre Lula no eleitorado masculino (34,1%, contra 17%), mas perde entre as mulheres (15,7% para o deputado e 21,4% para o ex-presidente). Joaquim Barbosa tem 10% da preferência de ambos os gêneros.

O eleitorado de Bolsonaro é concentrado entre os mais jovens. Ele vence entre quem tem entre 16 e 24 anos por 36,6% a 15% e perde por 22,2% a 9,8% entre quem conta mais de 60 anos.

Rejeição

Lula continua liderando no quesito rejeição. Perguntados em quem não votariam de jeito nenhum, 46,9% dopesquisados apontaram o ex-presidente. Jair Bolsonaro é rejeitado por 25,3%. Geraldo Alckmin, por 24,7%, Marina Silva, por 21,9%, Ciro Gomes, por 19,7% e João Doria, por 17,4%. Os menos rejeitados são o senador Alvaro Dias (16,3%) e o ex-ministro Joaquim Barbosa (15,1%).

Em relação ao governo Temer, o índice dos que consideram a gestão ótima é de 0,5% e boa, 6,3%. Para 19,8% dos pesquisados, o governo é regular, para 17,9%, ruim e, para 54,5%, péssima.

O Paraná Pesquisas entrevistou 2.020 eleitores em 43 municípios do estado. A amostra tem grau de confiança de 95% e margem de erro de aproximadamente 2%.

O Dia / iG

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores