PUBLICIDADE
publicidade Câmara Municipal de Poço de José de Moura
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Vasco empata com o Flamengo e garante vaga na final da Taça Rio

Cruzmaltino aguarda o jogo entre Fluminense e Botafogo para conhecer seu adversário na grande decisão
Fábio Barbosa  |  08/04/2017 21:12
noticia Vasco empata com o Flamengo e garante vaga na final da Taça Rio
noticia Vasco empata com o Flamengo e garante vaga na final da Taça Rio

O Vasco aguarda o vencedor da outra semifinal, que será disputada neste domingo, no Engenhão, entre Botafogo e Fluminense. A decisão será no domingo seguinte, às 16 horas, no Maracanã.

Embora já garantidas na semifinal do Carioca, devido à pontuação na classificação geral, as duas equipes entraram com força máxima. Milton Mendes, sem poder contar com Luis Fabiano, suspenso após "peitar" o árbitro justamente no empate com o Flamengo, por 2 a 2, apostou em Muriqui para comandar o ataque.

Já Zé Ricardo, mais preocupado com a partida de quarta-feira contra o Atlético Paranaense, pela Copa Libertadores, aproveitou o clássico para dar ritmo ao time titular e fazer alguns testes. Muito criticado pela torcida, Rafael Vaz deu lugar a Donatti.

A partida deste sábado seria a primeira vez que o Maracanã sediaria um Vasco x Flamengo desde o final de 2015. Mas, se havia muita expectativa pelo retorno, ainda mais após as duas equipes protagonizarem um eletrizante clássico na primeira fase da Taça Rio, com direito a gol irregular no último minuto e a expulsão de Luis Fabiano, o duelo começou morno e foi sonolento em quase todo o primeiro tempo.

Jogando com a vantagem do empate, o Vasco se expunha pouco e trocava passes na intermediária, sempre com cautela. Muriqui até se movimentava na frente, mas parecia sem ritmo. Em uma das poucas chances do time cruzmaltino, o atacante invadiu a área aos 15 minutos e bateu colocado. A bola saiu à esquerda do gol de Alex Muralha.

O Flamengo, por sua vez, embora precisasse da vitória, não tinha qualquer efetividade. Diego iniciou o duelo pouco inspirado, Gabriel e Guerrero quase não tocavam na bola, enquanto Mancuello até tentava criar jogadas, mas sem muito sucesso. Foram em duas finalizações de fora da área do meia argentino - uma delas de falta - que o time chegou sem muito perigo ao gol de Martín Silva.

A lentidão do duelo facilitava as pretensões do Vasco. Assim, mesmo sem mudar a escalação, o Flamengo voltou mais acelerado no segundo tempo e, logo no primeiro minuto, Gabriel recebeu dentro da área, deu bela finta e bateu rasteiro, cruzado, para boa defesa de Martín Silva. Era a primeira chance clara criada no jogo.

As estratégias estavam, enfim, estabelecidas. O Flamengo pressionava com a marcação avançada e os laterais e os volantes livres para atacarem. Sufocava e, assim, chegava com algum perigo, como aos 16 minutos, quando Rodinei bateu colocado e quase abriu o placar - Martín Silva espalmou. E, na cobrança de escanteio, após cabeçada de William Arão, novamente o goleiro uruguaio salvou.

Mas o Vasco apostava em algo a mais do que as defesas de Martín Silva para segurar o resultado: os contra-ataques. Com uma rápida transição após recuperar a bola, a equipe invariavelmente errava o último passe quando chegava, mas demonstrava ao adversário que também estava em busca do gol.

E o Flamengo, assim, aos poucos, foi perdendo o ímpeto do início do segundo tempo e voltou a sua atuação burocrática. Melhor para o Vasco, que controlou o jogo até o fim, não sofreu mais sustos e se garantiu na decisão da Taça Rio.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 x 0 FLAMENGO

VASCO - Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique; Jean (Julio dos Santos), Douglas, Andrezinho (Kelvin), Nenê e Yago Pikachu; Muriqui (Wagner). Técnico: Milton Mendes.

FLAMENGO - Alex Muralha; Rodinei (Ronaldo), Réver, Donatti e Trauco; Márcio Araújo, William Arão e Diego; Mancuello (Berrío), Gabriel (Leandro Damião) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães.

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo, Martín Silva e Andrezinho (Vasco); Gabriel e Willian Arão (Flamengo).

RENDA - R$ 932.070.

PÚBLICO - 21.895 pagantes (24.616 presentes).

LOCAL - Maracanã

PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas