PUBLICIDADE
publicidade Câmara Municipal de Poço de José de Moura
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Hamilton vence corrida movimentada na China; Vettel é 2º

Britânico triunfa tranquilamente em prova animada em Xangai,
Fábio Barbosa  |  09/04/2017 05:43
noticia Hamilton vence corrida movimentada na China; Vettel é 2º
noticia Hamilton vence corrida movimentada na China; Vettel é 2º

O britânico Lewis Hamilton não teve dificuldades para conquistar sua primeira vitória na temporada 2017 da Fórmula 1. Na madrugada deste domingo, o piloto da Mercedes largou na pole position e manteve a frente para vencer o Grand Prix da China, em Xangai. Brigando pela liderança do Mundial de Pilotos, o alemão Sebastian Vettel largou na segunda colocação e teve que suar para terminar na mesma posição.

Hamilton largou bem, conteve as poucas investidas que sofreu durante a corrida e, com tranquilidade, ultrapassou a linha de chegada na primeira posição. O britânico voltou a mostrar que não será fácil competir com a Mercedes – pelo quarto ano seguido. Com a vitória, Hamilton empatou com Vettel na primeira posição do Mundial de Pilotos.

A Ferrari, que venceu o primeiro GP do ano com Sebastian Vettel, teve que suar para conquistar os pontos em Xangai. Largando na segunda colocação, Vettel chegou a cair para a décima posição do grid, e travou duas grandes batalhas, com Raikkonen e Verstappen, para terminar na segunda posição. Já seu companheiro, o finlandês Kimi Raikkonen, foi o quinto colocado.
Hamilton conquistou sua 54ª vitória na Fórmula 1 (Foto: AFP)

O show do dia ficou por conta do holandês Max Verstappen. O jovem piloto da Red Bull largou na 17ª posição, depois de sofrer problemas mecânicos em seu carro no treino classificatório, e mostrou que realmente é uma das principais revelações do automobilismo nos últimos anos. Com a pista molhada, Verstappen ultrapassou 14 adversários e terminou o GP da China na terceira colocação. O holandês teve que brigar com seu companheiro de Red Bull até a última curva, mas conseguiu manter a posição, e Daniel Ricciardo ficou com a quarta colocação.

Com apenas quatro voltas completas pelos pilotos, dois acidentes já haviam acontecido, forçando o safety car. Primeiro, Lance Stroll, companheiro de Felipe Massa na Williams se envolveu em acidente e acabou abandonando a prova ainda na primeira volta. Na sequência, foi a vez do jovem Giovenazzi, da Sauber, bater forte no muro e deixar o GP de Xangai.

O finlandês Valtteri Bottas que substitui o atual campeão Nico Rosberg na Mercedes foi mais uma das decepções da segunda prova da temporada 2017 da F1. O piloto, que largou na terceira posição, acabou tendo que parar para trocar os pneus e perdeu muitas colocações, acabando em sexto lugar.

O brasileiro Felipe Massa também não teve grande desempenho. O piloto da Williams largou na sexta colocação, após grandes apresentações nos treinos livres, mas acabou o GP da China na tímida 14ª posição, não pontuando no Mundial de Pilotos.

A próxima etapa da temporada 2017 da Fórmula 1 acontece no dia 16 de abril, no circuito de Sakhir, no Bahrei. Sebastian Vettel, da Ferrari, e Lewis Hamilton, da Mercedes, dividem a primeira colocação do Mundial com 43 pontos cada.

CONFIRA O RESULTADO DO GP DA CHINA:

1) Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1:37¿36.160

2) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), +6.250

3) Max Verstappen (HOL/Red Bull), +45.192

4) Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), +46.035

5) Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari), +48.076

6) Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), +48.808

7) Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso), +1¿12.893

8) Kevin Magnussen (DIN/Haas), +1 Volta

9) Sergio Pérez (MEX/Force India), +1 Volta

10) Esteban Ocon (FRA/Force India), +1 Volta

11) Romain Grosjean (FRA/Haas), +1 Volta

12) Nico Hülkenberg (ALE/Renault), +1 Volta

13) Jolyon Palmer (ING/Renault), +1 Volta

14) Felipe Massa (BRA/Williams), +1 Volta

15) Marcus Ericsson (SUE/Sauber), +1 Volta

OUT) Fernando Alonso (ESP/McLaren)

OUT) Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

OUT) Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren)

OUT) Antonio Giovinazzi (ITA/Sauber)

OUT) Lance Stroll (CAN/Williams)

PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas