PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Deputado Efraim Filho defende atualização da Tabela do SUS

Dos 1.500 procedimentos que geraram alguma AIH, 1.118 não tiveram os valores corrigidos pela inflação desde 2008
Fábio Barbosa  |  04/09/2017 00:00
noticia Deputado Efraim Filho defende atualização da Tabela do SUS
noticia Deputado Efraim Filho defende atualização da Tabela do SUS

O deputado Efraim Filho, líder do Democratas na Câmara dos Deputados, vai pedir ao Governo a atualização da Tabela utilizada pelo SUS para pagamento dos procedimentos realizado pela Saúde Pública no País. “A tabela é deficitária e insuficiente. São 10 anos sem atualização, sem reajuste”, informou.

“Dos 1.500 procedimentos que geraram alguma AIH, 1.118 não tiveram os valores corrigidos pela inflação desde 2008”, disse Efraim Filho. A defasagem está levando as entidades filantrópicas ao endividamento em bancos, o que leva à utilização de recursos da saúde para o sistema bancário, ressaltou.

Efraim defende que o financiamento público do Sistema Único de Saúde (SUS) deva ser orçado e contratado por parâmetros de qualidade e resultado.

“O governo ofereceu incentivos para as urgências e emergências, só que um hospital de uma cidade pequena não está habilitado para cumprir todas as exigências, com isso, para um mesmo procedimento, um município recebe da União o dobro de outro, o que acaba incentivando os inúmeros deslocamentos de ambulância das cidades pequenas para os grandes centros”, descreveu.

Efraim Filho deu exemplos da defasagem da tabela de procedimentos. Segundo ele, uma cirurgia de vesícula custa em média R$ 2 mil. Pela tabela do SUS, o hospital recebe apenas R$ 447. Um raio X de tórax custa R$ 36, mas a tabela oferece menos de R$ 7.

Assessoria

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas