PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Deputados condenam ideia de privatizar canal da Transposição

Governo Federal revelou intenção de privatizar as operações da Transposição do Rio São Francisco
Fábio Barbosa  |  12/09/2017 15:24
noticia Deputados condenam ideia de privatizar canal da Transposição
noticia Deputados condenam ideia de privatizar canal da Transposição

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB), e o deputado estadual Renato Gadelha (PSC), condenaram a ideia do Governo Federal de privatizar o canal da Transposição das águas do Rio São Francisco. De acordo com os parlamentares, não deveria sequer ser cogitada a possibilidade de privatizar um bem tão precioso e necessário para as vidas como a água.

“Tem áreas que são de soberania nacional e não podem ser privatizadas, acho que a água é essa”, considera o deputado Renato Gadelha. Ele ainda afirma que a água “pode ser municipalizada, estadualizada, mas nunca privatizada. Principalmente se permitir que estrangeiros também tomem conta desse setor porque é uma área de segurança para as pessoas”.

Gervásio Maia, por sua vez, vê com muita preocupação a possibilidade de privatização. Sob seu ponto de vista, a gestão da água deve estar sempre na tutela do poder público. “Na hora que você entrega a gestão de água a uma empresa, ela vai visar o lucro, ela vai ganhar dinheiro com isso. Nenhuma empresa vai investir na compra de qualquer equipamento que não seja para visar o lucro”, considera o presidente da Assembleia.

Os deputados também se mostraram contrários a outras privatizações propostas pelo Governo Federal, como a da Eletrobrás e da Chesf. “Há uma preocupação muito grande, sobretudo como poderão ficar as tarifas de energia elétrica caso isso ocorra”, destacou Gervásio.

Na Assembleia Legislativa da Paraíba já foi instalada uma Frente Parlamentar que vai atuar na manutenção do órgão sob a responsabilidade estatal. Também está prevista a realização de uma audiência na Assembleia para debater o assunto.

  • VEJA ABAIXO VÍDEO

O ministro da Integração, Helder Barbalho, revelou em entrevista no fim do mês de agosto a intenção de o Governo Federal privatizar as operações da Transposição do Rio São Francisco. O modelo de privatização está sendo elaborado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e deve ficar pronto em 2018.

Click PB

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas