PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Anvisa proíbe venda e uso de lote de carne moída de frigorífico

Produto continha sulfito, conservante proibido por lei; carne é da marca Grã Filé, da empresa Frisa-Frigorífico Rio Doce, no Espírito Santo
Fábio Barbosa  |  28/09/2017 08:08
noticia Anvisa proíbe venda e uso de lote de carne moída de frigorífico
noticia Anvisa proíbe venda e uso de lote de carne moída de frigorífico

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição, venda e uso em todo território nacional de lote de carne moída congelada da marca Grã Filé, fabricado em 22 de março deste ano e com validade de 22 de março de 2018 na embalagem plástica de 500 gramas, e com SIF/Dipoa 0049/206. O produto é de produção do Frisa-Frigorífico Rio Doce S.A.

A carne deste lote e com estas características foi reprovada em testes feitos no Laboratório Central de Saúde Pública do Rio de Janeiro (Lacen-RJ) por apresentar sulfito, um conservante proibido pelo Ministério da Agricultura (Mapa) em carne moída, de acordo com duas instruções normativas daquele Ministério: IN 83/2003, e IN 51/2006. O sulfito evita o desenvolvimento de microrganismos e ajuda a manter a cor original dos alimentos. Em doses exageradas, o sulfito pode ser prejudicial.

A Agência determinou ainda que o recolhimento da carne deve ser feito pelo fabricante, a Frisa-Frigorífico Rio Doce, empresa com sede em Colatina, no Espírito Santo. A decisão está publicada na edição de terça-feira do Diário Oficial da União (DOU).

Por meio de nota, a empresa informou que foi notificada em julho deste ano pela Vigilância Sanitária da Cidade de Volta Redonda-RJ , referente à coleta do produto carne moída congelada de bovino, da marca Grã Filé. O frigorífico informou ainda que "não há mais no mercado o produto do lote ao que se refere tal notificação."

"A empresa reitera seu compromisso com a excelência e qualidade dos seus produtos e se coloca à disposição para demais esclarecimentos, através do seu SAC (0800 703 3222)."

Segundo a agência de notícias Reuters, em novembro do ano passado, a Minerva anunciou que seu conselho de administração havia aprovado a compra do Frisa-Frigorífico Rio Doce por cerca de R$ 205 milhões, mas a companhia posteriormente desfez o acordo porque os vendedores descumpriram condições precedentes.

A Frisa atualmente tem unidades frigoríficas localizadas em Colatina (ES), Nanuque (MG), Teixeira de Freitas (BA) e Niterói (RJ), contando com cerca de 2.918 colaboradores.

Globo.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores