PUBLICIDADE
publicidade Câmara Municipal de Poço de José de Moura
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Vídeos com testemunhos de ex-gays convertidos são censurados no Vimeo

Embora a plataforma permita vídeos de conteúdo pornográfico e de extremismo muçulmano, testemunhos de ex-gays que se converteram têm sido vetados
Fábio  |  31/03/2017
noticia Vídeos com testemunhos de ex-gays convertidos são censurados no Vimeo
noticia Vídeos com testemunhos de ex-gays convertidos são censurados no Vimeo

O site de hospedagem de vídeos Vimeo foi criticado por permitir que a pornografia e visões extremas de muçulmanos jihadistas sejam transmitidas em seu site, enquanto proíbe o testemunho cristão de ex-homossexuais. "Se Jesus mudou sua vida e o libertou da prática homossexual, seu testemunho não é bem-vindo na Vimeo. Nem agora, nem nunca", escreveu o Dr. Michael Brown para o site Christian Today.

O Dr. David Kyle Foster, diretor da Pure Passion Ministries e ex-homossexual, se pronunciou: "Isto é puro fanatismo religioso e censura". Em dezembro passado, a Vimeo entrou em contato com Foster para informá-lo de que alguns dos vídeos da Pure Passion haviam sido marcados negativamente por um moderador, pois a "Vimeo não permite vídeos que assediem, incitem ao ódio ou representem violência excessiva".

Eles instruiu-o a "remover todos os vídeos deste tipo" de sua conta. Ele tinha 850 vídeos na Vimeo e foi informado que sua conta seria revisada em 48 horas. Se ele não removesse os vídeos supostamente ofensivos, "seus vídeos e sua conta poderão ser removidos por um moderador da Vimeo", dizia o comunicado.

Outros casos

Em 2015, a Vimeo não publicou um anúncio da "Conferência da Esperança", com palestrantes como Janet Mefferd e Joe Dallas, ambos respeitados líderes cristãos. Joe é conhecido por seu testemunho como ex-homossexual.

Em seguida, houve uma troca com vários membros da equipe Vimeo, que insistiram que sugerir que Deus poderia desempenhar um papel na reorientação em uma pessoa homossexual é uma prática abusiva e inaceitável para seu site.

"A Vimeo está proibindo você de concordar com a Bíblia quando se trata de pecado humano e quebrantamento.A Vimeo está proibindo você de pregar o Evangelho da transformação quando se trata de homossexualidade.A Vimeo está se engajando de forma agressiva a censura anti-cristã", escreveu Brown.

"Foster entrou em contato comigo em particular, alertando que a Vimeo permite vídeos de terroristas e de conteúdo pornográfico”, acrescentou. "Coloque 'jihad' em sua barra de busca e você terá no mínimo 2.233 seleções”, finalizou com o alerta.

Guiame

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas