PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Justiça determina que União pague translado de paraibana morta em voo

Flávia Luiza da Silva morreu durante um voo entre São Paulo e Paris, em dezembro de 2017
Fábio Barbosa  |  02/01/2018 11:42
noticia Justiça determina que União pague translado de paraibana morta em voo
noticia Justiça determina que União pague translado de paraibana morta em voo

A 7ª Vara Federal da Justiça Federal na Paraíba (JFPB) determinou que a União pague o translado da Flávia Luiza da Silva, que morreu em um voo entre São Paulo e Paris, em dezembro de 2017. A decisão foi proferida na noite dessa segunda-feira (1º).

A decisão do juiz federal Rodrigo Cordeiro de Souza Rodrigues, teve caráter liminar por conta da urgência do translado. Segundo o Instituto de Medicina Legal de Paris, o prazo para remoção do corpo acabará no dia 8 de janeiro.

A cabeleireira, de 38 anos, morreu durante um voo entre São Paulo e Paris. O destino final de Flávia era a Itália.

Relembre o caso

Durante o percurso entre a cidade de São Paulo e Paris, a paraibana passou mal e não resistiu. A família só teve informações mais de 15 dias depois. Geane da Silva, irmã de Flávia, teve contato com uma pessoa que ela teria conhecido na viagem e revelo alguns detalhes do que teria acontecido no dia.

Segundo a família, o valor para transportar o corpo da cabeleireira de volta à Paraíba é de quase R$ 16 mil. Eles iniciaram uma campanha para arrecadar dinheiro e conseguir arcar com as despesas do traslado. Em ação na JFPB, a família conseguiu que o Estado arque com os custos do transporte.

Portal T5

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores