PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Bebê morre após suicida esmagá-lo ao pular de prédio

Família estava saindo de uma festa e, de acordo com os médicos, criança morreu ainda no local
Fábio Barbosa  |  03/01/2018 07:07
noticia Bebê morre após suicida esmagá-lo ao pular de prédio
noticia Bebê morre após suicida esmagá-lo ao pular de prédio

Um menino de um ano e nove meses morreu quando um homem, por vontade própria, se atirou do oitavo andar de um prédio e o acertou. A tragédia aconteceu na Ucrânia na noite dessa segunda-feira, quando a família saía de uma festa de ano novo na casa dos avós, que moram na cidade de Zaporizhia. O pai da criança testemunhou a colisão entre o homem de 39 anos e seu filho e ambos morreram devido às complicações da queda. Os paramédicos declararam ao jornal britânico Daily Mail que tentaram, seu sucesso, reviver tanto o homem quanto a criança.

A polícia local informou ao Daily Mail que o homem havia se jogado do prédio com a intenção de suicidar, mas que, aparentemente, não tinha a intenção de acertar a criança. A mãe do bebê, Anna Polischuk, não presenciou a cena pois estava se despedindo de seus pais e, assim que saiu do prédio onde moravam, viu seu filho já sem vida.

Sergey Borisov mora próximo ao prédio onde a tragédia aconteceu e declarou ter visto o instante em que a ambulância chegou. “Ouvi uma batida forte e, então, vi a mãe da criança correndo para fora do prédio. Ela foi em direção à ambulância, onde paramédicos procuram salvar o garotinho que estava ‘amassado’. Tive que fechar minhas janelas porque havia tanto sofrimento em seus gritos... eu simplesmente não suportei ouvi-los”, lamentou. Outra vizinha, que não quis se identificar, relatou que um médico se encaminhou ao local para prestar socorro ao menino e chegou a pedir que as pessoas presentes rezassem por sua vida. “Foi a primeira vez na minha vida que ouvi tantas pessoas rezando em voz alta”, disse.

Vitaly Reznikov, paramédico que estava presente no atendimento à criança, explicou que o homem caiu diretamente no bebê. “Nós tentamos reanimar seu coração e pulmões, mas infelizmente ele morreu dentro da ambulância”. comenta.

O suicida foi identificado pelas autoridades locais, apenas, como Yevgeny. Segundo relatos de vizinhos, ele trabalhava na construção civil e conhecia os pais e avós da criança morta. A polícia local afirmou que as investigações para esclarecer o motivo do suicídio do homem ainda estão em andamento.

Estado de Minas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores