PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Morre aos 67 anos jogador sousense Edilson

Fábio Barbosa  |  27/01/2018 07:00
noticia Morre aos 67 anos jogador sousense Edilson
noticia Morre aos 67 anos jogador sousense Edilson

Edílson foi o maior jogador da história do futebol de Sousa. Não o acompanhei em seu auge na Sociedade Esportiva Sousa, época em que, propagam de forma unânime, infernizava os zagueiros adversários com os seus dribles desconcertantes, batidas de faltas indefensáveis, grande visão de jogo e senhor das áreas dos campos nordestinos, especialmente dos estados da Paraíba, Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Conquistando o Matutão de 1971 no Centenário de Pau dos Ferros.

Também brilharam ao seu lado, atletas fascinantes como Botijinha, Pelim, Nego Di, Douglas, Chico de Dalva, Nenen Mago, Nelimar, Lusiné, Lusimar, Robson, Jaime e tantos outros craques do futebol sousense, a exemplo de Zamba que esteve jogando na França entre os anos de 71/72. Por onde passou Edílson destacou-se. Pelo Atlético Clube de Sousa – Campeonato Paraibano de Futebol – foi artilheiro em 1975 com 13 gols, e em 1976, com 16. Foi notável em outras equipes do futebol nordestino, notadamente no futebol piauiense. Por várias vezes Edílson foi convidado a jogar em equipes de futebol do sul do País. Recusou todos os convites formulados, afirmam que até do Botafogo, pois Madureira e São Cristóvão insistiram em levá-lo para o Rio. No Atlético assistir o mesmo jogar. Era sim, fenomenal.

Conexão PB

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores