PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Após mandato ‘relâmpago’, Doutor Américo sai da ALPB e deixa correligionários na mão

Jutay, que estava licenciado, ocupando cargo de secretário em João Pessoa, ao entregar cargo mandou Doutor Américo para casa
Fábio Barbosa  |  02/02/2018 09:15
noticia Após mandato ‘relâmpago’, Doutor Américo sai da ALPB e deixa correligionários na mão
noticia Após mandato ‘relâmpago’, Doutor Américo sai da ALPB e deixa correligionários na mão

A passagem do suplente Doutor Américo Cabral como deputado estadual foi relâmpago. Tomou posse no final do ano passado e, em janeiro, já arrumou as gavetas e saiu da Assembleia Legislativa, após participar de poucas sessões plenárias, devido ao recesso parlamentar. Não teve sequer tempo de encaminhar os principais pleitos da sua região lá de Natuba para o Governo do Estado. Ele assumiu na Casa de Epitácio Pessoa em 21 de novembro do ano passado.

O suplente de deputado ficou menos de 70 dias no mandato, com 60 dias  de recesso nesse período, o que para seus eleitores foi um fato frustrante. Seus interlocutores já avisaram que o acordo foi quebrado com o deputado Genival Mathias, pois não só estão decepcionados, mas se sentindo enganados, já que o ilustre deputado prometeu o que não era seu, uma vez que teria que ter combinado com deputado Jutay Meneses (PRB). Doutor Américo assumiu na Casa graças à licença do deputado Genival Mathias, cuja licença irá até março.

Todavia, Jutay, que estava licenciado da Assembleia, ocupando cargo de secretário de Juventude, Esporte e Recreação de João Pessoa, ao entregar a carta renúncia ao prefeito Luciano Cartaxo, ontem, mandou Doutor Américo para casa – que aliás não é nem na Paraíba, é em São Paulo, onde atua como cirurgião, na cidade de Campinas (SP).  

Agora, os correligionários do Doutor Américo não enxergam como permanecer no Avante e já se movimentam para debandar, migrando para um partido com reais chances de vitória. Convites não faltam. 

Click PB

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Patrocinadores