PUBLICIDADE
publicidade Câmara Municipal de Poço de José de Moura
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Servidor de Prefeitura é preso por falsificar contratos

O servidor tinha um cargo comissionado e trabalhava como assessor técnico na secretaria de administração
Fábio  |  01/04/2017
noticia Servidor de Prefeitura é preso por falsificar contratos
noticia Servidor de Prefeitura é preso por falsificar contratos

Um servidor público da cidade de Patos, no Sertão paraibano, foi preso na noite de quinta-feira (30) sob suspeita de falsificar contratos de locação de veículos. De acordo com o delegado Demétrius Patrício, da Polícia Civil, o suspeito foi identificado após uma investigação da prefeitura e pelo menos 30 pessoas foram vítimas do golpe.

Ainda conforme a Polícia Civil, o homem oferecia um contrato de R$ 3,4 mil aos proprietários do veículos, sendo que desse valor cobrava uma taxa em torno de R$ 1,6 mil. O servidor foi identificado como Laylton Alves da Costa Cavalcante, de 30 anos. As reuniões com as vítimas aconteciam na casa do suspeito e ele dava sempre a garantia que os contratos seriam validados pela Secretaria de Administração e publicados no Diário Oficial.

A assessoria da prefeitura informou, em nota, que assim que o órgão teve conhecimento do caso mandou que fosse aberta uma investigação. “Foram identificados dois taxistas que teriam sido atraídos para o negócio, através deles se conseguiu cópias dos contratos, com a assinatura falsa do secretário de administração”, diz a nota da prefeitura.

Ainda conforme a nota, a prefeitura explica que as investigações apontaram que o homem havia elaborado um contrato de R$ 3,4 mil, com validade de dois anos. O servidor tinha um cargo comissionado e trabalhava como assessor técnico na secretaria de administração.

O procurador-geral do município de Patos, Phillipe Palmeira, informou que o servidor será exonerado pela administração. O servidor foi autuado pelo crime de estelionato e está preso na delegacia da Polícia Civil. Ele deve ser encaminhado para o Presídio Romero Nóbrega.

G1 PB

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas