PUBLICIDADE
publicidade Câmara Municipal de Poço de José de Moura
PUBLICIDADE
publicidade Geral

Incomodado com concorrência, ex-sócio mata empresário na Bahia

Empresário estava desaparecido desde o final de fevereiro e foi achado morto essa semana
Fábio Barbosa  |  07/05/2017 14:50
noticia  Incomodado com concorrência, ex-sócio mata empresário na Bahia
noticia  Incomodado com concorrência, ex-sócio mata empresário na Bahia

Um empresário que estava desaparecido havia cerca de dois meses foi achado morto em Arraial D'Ajuda, em Porto Seguro, na quinta-feira (4), segundo informação da polícia. Leandro Reis Duque, de 31 anos, foi visto pela última vez em 27 de fevereiro e teve o corpo achado em uma cova na zona rural do distrito.

A polícia chegou ao corpo depois que os suspeitos presos o indicaram. Um ex-sócio da vítima e um comparsa foram presos pelo crime. O também empresário José Cláudio Ferreira, 46 anos, e o trabalhador rural Sérgio Santos Menezes, 18, confessaram o crime. Eles foram presos na quarta em Santa Maria do Suaçuí (MG). Segundo José Cláudio, o motivo do crime foi a concorrência nos negócios - Leandro era dono de uma empresa de concreto.

Moisés Damasceno, coordenador da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), afirmou que os dois eram os principais suspeitos e estavam sendo procurados. Eles foram parados em uma blitz em Minas Gerais e acabaram presos. "Ouvindo familiares das vítimas, amigos, com ajuda de escutas, começamos a construir nossa suspeita. Quando vimos, em Porto Seguro, que eles tinham sumido, ficamos convictos da ligação deles", explica.

José Cláudio e Leandro foram sócios em uma usina de concreto, mas depois de uma briga a vítima resolveu abrir o próprio negócio. Natural de São Paulo, Leandro estava em Arraial D'Ajuda há menos de um ano. Sentindo que a presença de Leandro atrapalhava seus negócios, José Cláudio resolveu matá-lo e combinou tudo com Sérgio.

No dia do crime, José Cláudio entrou em contato com Leandro afirmando que precisava de um orçamento. Quando Leandro chegou, foi vítima de uma emboscada, sendo morto a tiros ainda dentro do próprio carro. O trabalhador rural ajudou o empresário a ocultar o corpo - em uma cova próxima -, queimou o carro da vítima e fugiu junto com o empresário. Ele receberia uma moto pela ajuda no crime.

Os dois vão responder por homicídio triplamente qualificado. O corpo de Leandro será levado para enterro em Campinas (SP).

Correio da Bahia

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
publicidade Quatro Internas