Ação mira desvio de R$ 300 mil em Prefeitura

Mandados são cumpridos em apartamentos em que moraram suspeitos de participar de esquema criminoso que prendeu ex-prefeito.

Por Fábio F Barbosa 19/06/2019 - 16:29 hs
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil de Itabaiana deflagrou, na manhã desta quarta-feira (19), a segunda fase da operação Pote de Ouro – Garimpo, que investiga desvios de recursos na prefeitura municipal de Itabaiana durante a gestão do ex-prefeito Antônio Carlos, entre 2013 a 2016. Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em João Pessoa e Itabaiana, como o sequestro de parte dos bens dos investigados.

Os principais alvos são os ex-assessores da gestão André Teixeira de Carvalho Novais Gondim e Rodrigo Henriques Ribeiro Neves, em apartamentos de luxo na Capital, por supostamente fazerem parte de um esquema de desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro que soma R$ 300 mil. Em Itabaiana, equipes da Polícia Civil fazem buscas em locais onde estariam bens comprados pelo ‘esquema’ como lavagem de dinheiro.

Em dezembro do ano passado, o ex-prefeito Antônio Carlos, o ex-tesoureiro da prefeitura Luís Moreira de Barros e o ex-secretário de Infraestrutura da prefeitura de Itabaiana Adjailson Paiva de Andrade [que faleceu pouco tempo depois da primeira fase da operação] foram presos na primeira fase das investigações, mas estão respondendo o processo em liberdade. Mais de R$ 330 mil em contratos estão sob suspeita.

Mais PB