GERAIS

BH autoriza ampliação de público no setor de bares, restaurantes e serviços

Bares e restaurantes, além do setor de serviços, terão a capacidade de público ampliada a partir deste sábado (9/10) em Belo Horizonte. De acordo com a prefeitura da capital mineira, a medida também vai abranger parques de diversão, circos e atividades em formato drive-in. 

No início da semana, o Executivo municipal já havia reduzido as exigências para escolas e comércio de uma forma geral. As flexibilizações, segundo a prefeitura, são fruto da estabilidade dos indicadores epidemiológicos da COVID-19 em Belo Horizonte.

Atividades do setor de serviços que não possuem protocolo específico terão as exigências revisadas, como na questão de funcionários, ar condicionado, higienização de ambientes, entre outros. Ao invés dos atuais 7m², a capacidade passará a ser de uma pessoa a cada 4m². O distanciamento mínimo entre pessoas também passará de 2m para 1m. Máscaras face shield não são mais obrigatórias.

Em relação ao setor de bares e restaurantes, o limite de pessoas por mesa continua sendo de oito, mas a novidade é que a capacidade passará a ser de uma pessoa para cada 4m², ao invés dos atuais 5m². Em restaurantes self service, o álcool em gel deve continuar sendo oferecido aos clientes, mas, neste caso, a disponibilização de um funcionário para borrifar o produto nas mãos das pessoas não será mais necessária.

Em shoppings, centros de comércio e galerias, será retirada a regra que proibia o uso de refil de bebidas e alimentos.

Parques de diversão e atividades drive-in

A prefeitura também alterou as regras de capacidade de público em parques de diversão. A partir deste sábado, a ocupação máxima será de uma pessoa a cada 4m² ao invés de 13m² ou 50% da capacidade de uso dos brinquedos, percentual este que passou para 70%.

Atividades realizadas em formato drive-in, ou seja, aqueles em que o público não sai do carro, a redução da distância mínima entre os veículos passou de 1m. Antes, eram 2m.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM