GERAIS

Posto de vacinação contra a raiva vai funcionar até novembro em Sete Lagoas

Quem não conseguiu vacinar seu cão ou gato no Dia D da campanha anual de vacinação contra a raiva em Sete Lagoas, no dia 16 de setembro, terá nova oportunidade até 19 de novembro. A prefeitura anunciou que disponibilizará  um posto de vacinação antirrábica no Terminal Urbano.
 
O atendimento ocorre de segunda a sexta, das 8h às 16h,segundo a Secretaria Municipal de Saúde. 
 
A gestão municipal orienta que os donos de cães levem os seus animaizinhos na coleira, guia ou corrente para que a vacinação aconteça de forma segura e evite que os animais possam fugir.
 
No caso dos gatos, os tutores devem levar os felinos em caixas de transporte. E de preferência, levar uma toalha para a contenção do animal durante a aplicação da vacina.
 
Para ser imunizado contra a raiva, o animal deve ter mais de três meses de idade e não pode estar doente no dia da vacinação. Segundo a secretaria, não é necessário levar documentação para que o animal receba a vacina. 
 

Importância da vacinação

É muito importante que os donos de animais mantenham em dia a vacinação antirrábica. Esta é uma forma de evitar a transmissão do vírus e, assim, garantir a saúde, tanto dos pets, quanto dos humanos, já que a doença pode ser transmitida por mordidas, arranhões ou mesmo lambidas. 
 

A vacinação deve ser reforçada anualmente, então, mesmo que o animal já tenha recebido a vacina em campanhas anteriores, é preciso vacinar novamente este ano

, informou o secretário municipal de Saúde, dr. Flávio Pimenta.
 
O vírus da raiva pode infectar todos os mamíferos, provocando a morte em quase todos os casos. Mas diversas medidas podem ser tomadas para evitar a transmissão do vírus. Entre elas está o cuidado ao se aproximar de cães e gatos sem donos, não mexer ou tocar quando os mesmos estiverem se alimentando ou dormindo. 
 
“Nunca tocar em morcegos ou outros animais silvestres diretamente, principalmente quando estiverem caídos no chão ou encontrados em situações não habituais – nesses casos, prender com um balde e entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses", completou a coordenadora do CCZ, Patrícia Silveira. 
 
Os sintomas da raiva são inespecíficos e na maioria dos casos há alteração de sensibilidade no local da mordida. Se acontecer algum acidente com mordidas e arranhaduras, deve-se procurar o Hospital Municipal.

Vacinação antirrábica na zona rural

A Prefeitura de Sete Lagoas também divulgou o cronograma para a vacinação antirrábica na zona rural. Confira abaixo local, data e horário:
 

 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM