GERAIS

É possível prever (e evitar) acidentes como o de Capitólio?

Primeiro, é importante entender como e por que o desabamento aconteceu. As chuvas intensas que atingiram o estado de Minas Gerais nos últimos dias são apontadas como um dos estopins para o deslizamento de parte do cânion.

O local já é suscetível a tombamentos por conta da presença de um tipo de rocha chamado quartzito. Ela apresenta rachaduras derivadas de processos naturais de desgaste que ocorrem ao longo de milhares de anos.

O acidente aconteceu no momento em que uma cabeça d'água (uma forte onda causada por chuva intensa e localizada) atingiu uma cachoeira lateral ao paredão. Segundo a pesquisadora, a vibração causada pelo volume de água - que escoa através das fraturas - facilitou o descolamento do bloco de rocha.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



GERAIS  |   01/07/2022 17h00





GERAIS  |   01/07/2022 16h00