GERAIS

Heldergroen: o escritório holandês que 'some' depois das 18 horas

Localizado em Amsterdã, Holanda, o escritório Heldergroen vem transformando a vida de dezenas de marcas sustentáveis há pouco mais de 20 anos, inovando através de um serviço pioneiro no chamado "mercado verde". Além de se destacar pela sua importância histórica e operacional no país, a empresa chama a atenção pelo método pouco convencional de cuidar dos colaboradores e evitar as horas extras, "desaparecendo" depois das 18 horas com o suporte de uma técnica vertical de arquitetura.

A sede do escritório foi desenvolvida pelo Zecc Architects e prioriza o próprio conceito ambiental da companhia, com mesas, cadeiras e os principais móveis construídos após a reciclagem de antigos postes telefônicos, peças de carro disponíveis em ferro velho e outros itens abandonados. Em horário comercial, toda a mobília fica disponível integralmente aos colaboradores em um cenário amplo e sem divisórias departamentais, mas é apenas no final do dia de trabalho que a sala faz sua mágica.

A partir das 18 horas, o sistema automático da empresa ergue as mesas com todos os computadores e acessórios distribuídos nelas através de guindastes, elevando os móveis para uma plataforma suspensa e abrindo a sala para que atividades laborais sejam praticadas. Além disso, as cadeiras são guardadas em gaveteiros práticos com rodinhas, que ao serem encostados nas laterais das paredes dão uma aparência rústica e elegante para o escritório. Confira abaixo, em vídeo, como ocorre o procedimento de abertura de espaço.

O mecanismo teatral -- semelhante às técnicas de elevação de pessoas e objetos -- visa comprometer os colaboradores a realizarem seus trabalhos durante o período contratual, evitando extrapolamentos de horários e, consequentemente, o desgaste físico e mental. Segundo o diretor-criativo da companhia, Sander Veenendalls, a rotina do Heldergroen intercala frequentemente os processos operacionais com festas, workshops, aulas de ioga, cursos de dança e outras atividades que requerem espaço, como forma de preservar o bem-estar das pessoas.

Você já ouviu falar de escritórios suspensos? O que você acha dessa prática pouco convencional de rotina trabalhista? Deixe sua opinião nos comentários.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM