PARAÍBA

MPPB vai analisar protocolos de segurança contra Covid-19 nos festivais de verão em Cabedelo


Ministério Público pretende identificar se há o cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado entre o órgão e as organizações dos festivais. Primeiro dia de Fest Verão, em Cabedelo, na Paraíba
TV Cabo Branco/Reprodução
O Ministério Público da Paraíba (MPPB) vai iniciar uma avaliação para saber se houve alguma quebra de protocolos sanitários contra Covid-19 nos eventos Fest Verão e Verão Lovina, que estão acontecendo nos primeiros fins de semana de janeiro, em Cabedelo, na Paraíba. Segundo o órgão, a intenção é identificar se há o cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado com as organizações dos festivais.
O prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo, esteve em um dos eventos, sem fazer o uso da máscara de proteção contra Covid-19. Nas redes sociais, ele informou que, depois da repercussão de ter sido flagrado sem o item, haverá mudanças no decreto com medidas restritivas para a cidade. As alterações devem fazer com que a capacidade máxima de eventos passe de 80% para 60%. O gestor não disse quando começa a ser válida a nova medida.

Em um certo momento eu também me descuidei, eu tirei a máscara, eu peço desculpa

, disse.
Vitor Hugo ainda ressaltou que vai reforçar o uso de máscara em Cabedelo junto com a aplicação de teste do tipo PCR antes dos eventos acontecerem, para evitar a contaminação pela Covid-19.
O g1 tentou entrar em contato com o secretário de saúde de Cabedelo, Wagner Suassuna de Oliveira, para saber se houve alguma medida de biossegurança adotada pela secretaria, em relação aos registros de aglomeração com pessoas sem usar máscaras nos festivais do município, mas até a última atualização desta notícia, não obteve resposta.
Fest Verão
Este ano, o Fest Verão acontece em três datas do mês de janeiro. No primeiro dia, que foi no último sábado (8), atrações musicais como Wesley Safadão e Eric Land participaram do evento. Nas redes sociais do Fest Verão é possível perceber a quantidade de pessoas que participaram do festival.
Ainda nas redes sociais, o secretário executivo de Saúde de João Pessoa, o médico Luís Ferreira, falou sobre o evento e sobre a quantidade de pessoas aglomeradas e sem usar máscara.
Initial plugin text
Em nota, a direção do Fest Verão disse que os protocolos estabelecidos no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público foram seguidos na íntegra. Com relação ao decreto da prefeitura de Cabedelo, a direção do evento informou que vai seguir as determinações governamentais.
A organização do Fest Verão também disse que incorporou na sua comunicação a campanha de estímulo à vacinação. Além disso, pede aos frequentadores que façam o uso da máscara e do álcool gel durante a permanência na arena de shows.
Lovina Verão
O evento aconteceu no réveillon, em duas datas de janeiro de 2022, e está programado para acontecer mais uma vez, no dia 16 deste mês.
Em nota, a organização disse que para que o público tenha acesso ao evento é exigida a apresentação do passaporte de vacinação completo (com as duas doses ou dose única dos imunizantes). O texto também informa que a área de alimentação disponibiliza álcool para os clientes e que as equipes que trabalham no evento usam máscaras.
Veron On
Também foi realizado em Cabedelo o Veron On, que aconteceu no último dia 7 de janeiro. O Ministério Público disse que houve uma ação na Justiça para impedir a realização da festa. Mas, a organização teria apresentado documentos, que fizeram com que os shows acontecessem.
O MP disse que entrou com um recurso na Justiça, que não chegou a ser avaliado judicialmente.
A produção do festival disse que todas as recomendações de segurança foram respeitadas e seguidas. Informou ainda que o evento passou por vistoria da vigilância sanitária, que aprovou as medidas para prevenção à Covid-19 em laudo técnico.
Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM