ESPORTES

Equipes do Sertão vencem Festival Nacional de Robótica
De acordo com um dos professores responsáveis pelos alunos vencedores, a competição é internacional e as equipes venceram a etapa nacional.




Divulgação

Duas equipes de Robótica do Sesi da Paraíba venceram uma das categorias do “Festival Sesi de Robótica”, que aconteceu em São Paulo, no último domingo (8). Os grupos vencedores são de unidades da instituição nos municípios de Sousa e Patos, no Sertão do estado. De acordo com um dos professores responsáveis pelos alunos vencedores, a competição é internacional e as equipes venceram a etapa nacional.

O evento contou com três categorias. A vencida pelas equipes paraibanas foi a “First Tech Challenge”. A modalidade estimula os estudantes a projetarem, programarem e construírem robôs capazes de realizar tarefas. Para isso, eles precisam aprender a trabalhar com máquinas e circuitos utilizados por engenheiros.

A Equipe Robossauros da Escola Sesi José de Paiva Gadelha, da cidade de Sousa, é formada por nove integrantes. Já a Legonautas da Escola Sesi Dionísio Marques de Almeida, de Patos, conta com oito alunos, um técnico, um mentor e o acompanhamento de professores de robótica.

De acordo com o professor de robótica, Erberto Sousa, nas últimas rodadas do campeonato são formadas alianças. "Cada aliança é composta por três equipes. A aliança vencedora foi a composta pelas equipes de Sousa, Patos e Manaus", explicou.
Participaram estudantes com representantes da instituição dos estados de Goiás, Amazonas, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Alagoas e do Amapá.

Durante a competição as equipes foram avaliadas pelos resultados obtidos na formalização de alianças com outras alianças que participaram do festival e ainda pela organização do estande montado pelos alunos.

Outro critério de avaliação foi a apresentação do “Caderno de Engenharia”, que é um projeto de construção de tudo que foi utilizado na montagem do robô, os materiais utilizados, a linguagem de programação e as ações desenvolvidas pela equipe para captação de recursos com parceiros externos.

Na Competição, a equipe Criadores do Amanhã, da Escola Sesi Corálio Soares de Oliveira, da cidade de Bayeux, ficou em 3º lugar no Prêmio Apresentação da Categoria “First Lego League”.

A equipe concorreu com o projeto “Bio Lighting”, uma lixeira que recebe lixo orgânico e, através de um biodigestor, transforma o material orgânico em gás metano, que é convertido em eletricidade para iluminação pública. A iniciativa propõe a redução o lixo no meio ambiente em 52% e a geração de desconto na conta de energia dos moradores e empresas parceiras.

O Torneio de Robótica “First Lego League” desafia estudantes a buscarem soluções para problemas do dia a dia da sociedade moderna. Nesta etapa, batizada de City Shaper (cidades inteligentes e sustentáveis), as equipes participantes utilizaram a robótica para encontrar soluções voltadas para a construção de cidades cada vez melhores para as gerações futuras.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESPORTES  |  30/04/2020 - 05h





ESPORTES  |  15/04/2020 - 14h