GENTE E FAMA - GERAIS | INTERIOR DE SP

Detento mata esposa enforcada durante visita íntima em presídio
Caso aconteceu no presídio de Mirandópolis (SP). Wellys Lopes Ribeiro confessou ter usado uma corda feita artesanalmente para enforcar Patrícia Lopes Ribeiro.


Reprodução

Um detento matou a esposa enforcada durante uma visita íntima na Penitenciária I "Nestor Canoa", em Mirandópolis, interior de São Paulo, na tarde de domingo (13).

De acordo com o boletim de ocorrência, Wellys Lopes Ribeiro, de 35 anos, confessou ter usado uma corda feita artesanalmente para amarrar e enforcar Patrícia Lopes Ribeiro, de 31 anos.





O crime foi descoberto somente quando a visita íntima chegou ao fim e o próprio detento chamou os agentes penitenciários para comunicar o assassinato.

O corpo ficou dentro de uma cela das 13h às 15h. A vítima também teve os cabelos cortados.

Ainda conforme o registro policial, Wellys relatou que matou Patrícia porque estava sendo traído. Ele está preso por tráfico de drogas e responderá por feminicídio.

 


O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Os familiares da mulher foram avisados sobre o crime.

Em nota, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) afirmou que Wellys foi isolado, e que abriu um procedimento disciplinar e preliminar para averiguação dos fatos.
 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM