ESPORTES

Cruzeiro: Ronaldo reúne departamento de futebol por pontapé inicial da SAF

Embora já esteja em funcionamento há alguns meses, a estrutura de trabalho da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) do Cruzeiro foi formalizada apenas nesta sexta-feira (13). Por meio de nota, o clube celeste oficializou cargos e funções de uma nova diretoria executiva. 

Em evento fechado no Mineirão, com a presença de Ronaldo, o clube apresentou as novidades aos membros do departamento de futebol. Foram convidados funcionários, atletas do time feminino e jogadores da base e do elenco principal - o capitão Rômulo, o goleiro Rafael Cabral e o técnico Paulo Pezzolano marcaram presença.

Hoje foi dia de kickoff do Cruzeiro SAF. Todos os colaboradores presentes no Mineirão, nossa Toca 3, pra chegarmos, JUNTOS, ao objetivo que temos em comum: Cruzeiro forte novamente. Muito trabalho e amor pela frente!

, escreveu o clube em seu perfil oficial no Twitter.

Nesta sexta-feira, o Cruzeiro anunciou Gabriel Lima como principal gestor da SAF. Muito ativo no processo de transição, ele foi nomeado CEO (Chief Executive Officer), uma espécie de diretor-executivo da SAF. 

Responderão a Gabriel outros seis profissionais: Enrico Ambrogini (diretor de operações), Lênin Franco (diretor de marketing e comercial), Pedro Martins (diretor de futebol), Raphael Vianna (diretor financeiro), Victor Rios (diretor de comunicação) e Alexandre Cobra (secretário-geral).

Toda a diretoria executiva do Cruzeiro ficará submetida ao Conselho de Administração (que terá um nome da associação) e ao Conselho Fiscal. Os integrantes desses dois órgãos serão divulgados nas próximas semanas, de acordo com o clube.


A compra


Ronaldo assinou o contrato de compra de 90% das ações da Sociedade Anônima do Futebol do Cruzeiro em 8 de abril.

O acordo prevê investimento de R$ 400 milhões nos próximos cinco anos, seja com recursos próprios do empresário e/ou receitas incrementais geradas pela atividade do futebol (vendas de atletas, direitos de TV, premiação, bilheteria, sócio e patrocínios) acima da média apurada de 2017 a 2021 (em torno de R$ 220 milhões).

Além de ser sócio majoritário do Cruzeiro SAF, Ronaldo terá a propriedade das Tocas da Raposa I e II. Em contrapartida, assumirá a íntegra da dívida tributária da instituição, na ordem de R$ 180 milhões e com parcelas mensais acima de R$ 1 milhão até 2032.

Com Ronaldo ativo na gestão desde 18 de dezembro de 2021, quando assinou uma intenção de compra, o Cruzeiro já quitou mais de R$ 38 milhões em débitos na Fifa e manteve salários em dia para atletas e funcionários.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESPORTES  |   16/05/2022 20h15





ESPORTES  |   16/05/2022 19h57


ESPORTES  |   16/05/2022 19h43