ESPORTES

MP pede arquivamento de inquérito sobre denúncia de estupro contra Bambu

O Ministério Público solicitou o arquivamento do inquérito que investiga uma denúncia de estupro contra o zagueiro do Corinthians, Robson Bambu.

Segundo o promotor Marcio Takeshi Nakada, não houve indícios suficientes que comprovem "a deflagração de ação penal contra os investigados". Além do defensor, Wellington Ferreira Barros, amigo de Bambu, também foi acusado pela vítima.



A defesa de Robson Bambu se manifestou após o pedido de arquivamento afirmando que as provas produzidas nos autos indicavam a inocência do jogador.

As provas cuidadosamente produzidas nos autos apontavam para uma falsa denúncia. Robson é inocente, uma pessoa correta, pai presente de uma linda bebê, e sempre tratou as mulheres com todo o devido respeito

, comentou Fernanda Tortima, advogada do jogador.

O próximo passo da investigação depende de um juiz, que pode aceitar o arquivamento ou discordar da decisão.

Caso discorde, os autos serão encaminhados ao procurador geral, que poderá oferecer a denúncia, fazer a indicação de outro promotor ou até mesmo realizar novamente o pedido de arquivamento do caso.

Robson Bambu viajou com a delegação do Corinthians para a Argentina, onde a equipe encara o Boca Juniors nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), pela Copa Libertadores.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM