SAÚDE

Médicos expulsos de cooperativa são investigados pelo CRM-PB
Sindicância apura indícios de infração ética de profissionais do estado.


(Foto: Reprodução/Sesacre)

Seis médicos anestesistas são investigados pelo CRM-PB (Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba) por suposta infração ao código de ética.

Os profissionais de saúde foram excluídos da Cooperativa dos Anestesiologistas (Coopanest/PB) por irregularidades junto a um dos hospitais de João Pessoa.

 
Em nota, o CRM-PB disse que abriu uma sindicância, sob sigilo, para investigar os casos que resultaram na exclusão dos membros da cooperativa. Em caso de procedência dos atos, o conselho informou que abrirá um processo ético profissional contra os investigados.

Sobre os médicos excluídos da cooperativa, a Coopanest declarou que tem cautela no recebimento e no processamento das denúncias apresentadas. A entidade criticou as notícias com conteúdo vazado, em que nomes dos profissionais foram expostos.

"A cooperativa repudia com veemência o vazamento dos fatos divulgados, por não compactuar jamais com procedimentos de tal natureza, por serem contrários aos princípios que a norteiam à disposição para auxiliar no que for necessário", disse.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



SAÚDE  |   29/06/2022 12h32

Cajazeiras - PB
 




SAÚDE  |   29/06/2022 02h38