EDUCAÇÃO/CULTURA - GERAIS | REDES SOCIAIS

WhatsApp agora permite esconder Visto por último, Foto do perfil, Status e Recado
Agora você poderá escolher diferentes configurações para cada um desses, optando por compartilhar com “Todos”, “Meus contatos”, “Meus contatos, exceto…” (em que pode selecionar pessoas específicas) ou “Ninguém”.


(Foto: Thomas Trutschel/Photothek via Getty Images)

O WhatsApp agora permite ocultar as opções "Foto do perfil", "Visto por último" , "Recado" e "Status" de contatos específicos da agenda. As melhorias, que estavam em testes no beta desde o início do ano, foram anunciadas oficialmente nesta semana e ampliam o leque de privacidade no mensageiro.

Isso porque, até então, existiam apenas três opções de privacidade: "Todos", "Meus contatos" ou "Ninguém". Com o update, veio a opção "Meus contatos, exceto...", que garante mais autonomia aos usuários. Vale mencionar que a função está disponível para iPhone (iOS) e Android.

 
Saiba a seguir todos os detalhes e como utilizar.

Para experimentar a novidade, basta acessar o app e tocar nos três pontos disponíveis no lado superior direito da tela. Depois, é só selecionar a seção Configurações > Conta > Privacidade e escolher quais dos recursos deseja personalizar.

Caso as opções ainda não tenham aparecido em seu smartphone, é recomendado acessar a Google Play Store, nos dispositivos Android, ou a App Store, nos dispositivos iOS, e atualizar o aplicativo para a versão mais recente.

iPhone 7 perde suporte

O novo sistema operacional do iPhone, o iOS 16, que foi anunciado na última semana, trará como novidade a maior personalização já vista na tela de bloqueio, segundo a Apple. Será possível mudar cores, layout, temas e a forma como aparecem as notificações - entre outras ferramentas. Nem todos os dispositivos, porém, estarão aptos a receber a novidade.

Usuários com o novo sistema poderão ver uma ideia similar ao que a Apple já faz com o Apple Watch, que permite customizar a interface do aparelho (as "watchfaces"). Além disso, o modo Focus ganha agora uma atualização para deixar o usuário ainda mais concentrado nos afazeres e a carteira digital da empresa ganha um recurso conhecido por aqui: o Pay Later. Similar a um parcelamento, a operação se dá totalmente pelo sistema da Apple, sem terceiros, e deve surgir como um potencial rival para as fintechs.

Como de costume, nem todos os aparelhos da marca são elegíveis e, neste ano, a Apple não vai mais oferecer suporte para um dos celulares mais populares no Brasil: o iPhone 7. Com isso, o modelo de 2016 fica preso ao último sistema operacional da empresa, o iPhone 15, lançado em meados de 2021.

 
Confira a lista dos dispositivos que não receberão a atualização:

- iPhone 7 e iPhone 7 Plus (2016);

- iPhone SE (1ª geração);

- iPhone 6s e iPhone 6s Plus (2015);

- iPod touch (7.ª geração, de 2019).

Ainda não há datas para a disponibilidade dos sistemas para os usuários, mas a chegada do iOS 16 deve acompanhar o lançamento do iPhone 14, tradicionalmente em setembro.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



GERAIS  |   19/08/2022 07h25

Uiraúna - PB
 




GERAIS  |   18/08/2022 01h37


GERAIS  |   14/08/2022 14h51