CAMPINA GRANDE

Operação 'Gestores em Ação' deflagra nova etapa na PB
PARAÍBA06/12/2019 08h10 Por: Fabio F Barbosa Fonte: SEFAZ





Sefaz/Reprodução

Uma nova etapa da operação dos ‘Gestores em Ação’ da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB) foi deflagrada em Campina Grande, sede da 3ª Gerência Regional. A operação, que focou no segmento de empresas transportadoras; comerciais e nas blitzen nas três saídas de Campina Grande, contou com a participação de auditores fiscais em cargo de gerência e de subgerência da Sefaz dos cinco núcleos regionais.
 
Durante a operação, as equipes de gestores se dividiram em três grupos. O primeiro se direcionou às empresas transportadoras. Houve verificação se elas estavam cumprindo a legislação do benefício do programa Fronteira Livre, que entre outras vantagens retira a obrigatoriedade das transportadoras de parar nos postos fiscais nas operações interestaduais e torna essas empresas fiéis depositárias de produtos e mercadorias transportados. Algumas irregularidades foram detectadas e as empresas notificadas. jJá outro grupo de gestores fiscalizou alguns estabelecimentos comerciais da cidade, que tiveram a contagem de seus estoques. O terceiro grupo deflagrou uma blitz simultânea  nas três saídas de Campina Grande, como forma de coibir à sonegação fiscal e intensificar as ações de final de ano, quando crescem a movimentação de cargas nas rodovias.
 
Segundo o Subgerente de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito da 3ª Gerência Regional da Sefaz em Campina Grande, Alynthor de Lima Araújo, a nova etapa da operação dos ‘Gestores em Ação’ realizou uma série de notificações das empresas comerciais e das transportadoras com irregularidade, além de autuações de empresas que transportavam cargas nas rodovias. “O intuito da operação foi, além de demonstrar a presença física do Estado no ato de fiscalização, coibir a sonegação fiscal e promover a concorrência mais leal das empresas desses ramos fiscalizados. A operação também abrangeu, de forma simultânea, a ficalização em três ramos: de estabelecimento; de mercadoria em trânsito e do segmento importante das transportadoras ”, comentou.
 
Aproximar gestor do processo de auditoria – Segundo o secretário executivo da Receita da SEFAZ-PB, Bruno Frade, “a deflagração de mais uma etapa dos Gestores em Ação contou com a participação maciça e efetiva de todos os gestores em cargos de comissão. A orientação do nosso secretário Marialvo Laureano tem sido para que nos aproximemos cada vez mais de nossas repartições e, ao mesmo tempo, não nos afastemos da atividade finalística e precípua do auditor fiscal que é a fiscalização e o processo de auditoria”, destacou.
 
Descentralizar as ações
– Para Bruno Frade, quanto mais próximo os gestores estiverem de todas as repartições fiscais do Estado (centros e unidades de atendimento aos cidadãos) mais condições os gestores terão para implementar  melhorias, dentro das limitações do poder público. “Daí a importância da presença física de todos os gerentes de cada unidade operacional nessas operações dos Gestores em Ação. Fiscalizar é uma das atribuições do auditor fiscal e a operação tem ajudado os gestores, que são auditores fiscais, na tomada de decisão e de repensar melhoria para a área. A ideia, na verdade, é visualizar a realidade de perto de cada unidade operacional para buscarmos avanços.”, apontou.
 
Participaram da Operação - Além do secretário executivo da Receita, participaram da  etapa da operação ‘Gestores em Ação’ em Campina Grande, sede do 3º Núcleo da SEFAZ-PB, os gerentes regionais e subgerentes de João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Patos e de Sousa.




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM



PARAÍBA  |  19/01/2020 - 14h





PARAÍBA  |  19/01/2020 - 12h