PARAÍBA

Juiz manda Bradesco devolver valor descontado de delegados




Reprodução

O juiz João Machado de Souza Assis, da 3ª Vara da Fazenda de João Pessoa, atendeu liminarmente neste sábado (27), o pedido da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia do Estado da Paraíba, acerca de valores indevidamente descontados pelo Banco Bradesco, de ontem para hoje, a título de empréstimos consignados.

A decisão do magistrado determina que o Banco Bradesco devolva os valores e impede novas abstenção de descontos futuros.

A reclamação da Associação dos Delegados se baseia na lei sancionada pelo governador João Azevêdo que proíbe instituições financeiras de fazerem cobranças relativas a empréstimos consignados adquiridos por servidores públicos civis, militares, aposentados, inativos e pensionistas. A medida vale por 120 dias desde o último dia 4 de junho.

 
As parcelas que ficarem em aberto durante este período, deverão ser acrescidas ao final do contrato, sem a incidência de juros ou multas.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM