GENTE

Corpo do jornalista Adelson Barbosa é enterrado em JP
Adelson Barbosa trabalhou por muitos anos no jornal impresso do Correio da Paraíba e foi correspondente da Folha de São Paulo no estado.




Reprodução

O corpo do jornalista Adelson Barbosa foi enterrado no final da manhã deste domingo (28) em um cemitério de João Pessoa. Ele faleceu nesse sábado (27), no Hospital Memorial São Francisco, vítima de uma parada cardiorrespiratória.

Adelson lutava contra o câncer, que atingiu seu cérebro. O primeiro diagnóstico ocorreu em 2018, quando ele foi submetido a uma cirurgia para retirada do tumor, fez quimioterapia e radioterapia. Novamente diagnosticado com a doença, Adelson estava internado para fazer tratamento.

Adelson Barbosa trabalhou por muitos anos no jornal impresso do Correio da Paraíba e foi correspondente da Folha de São Paulo no estado.

Em nota, a Associação Paraibana de Imprensa (API) lamentou a morte de Adelson e destacou sua trajetória profissional. “Assim como na profissão, foi um exemplo na luta contra doença, encarando os desafios do tratamento com coragem e bom humor”, diz trecho da nota de pesar.

 

Adelson era um repórter na mais precisa definição da profissão. Com faro apurado para a notícia, sempre voltava para a redação com uma reportagem exclusiva. Conquistou a confiança das fontes, das autoridades e dos colegas de profissão, que viam nele, um exemplo a ser seguido. Respeitado e admirado pelos contemporâneos, Adelson também era inspiração para os “focas”, sempre com palavras de incentivo e um ensinamento para passar. Por tudo isso e muito mais, a perda de Adelson representa muito para a categoria, principalmente no momento que atravessamos, em que o verdadeiro jornalismo se torna cada vez mais essencial. Todos que fazem a API se solidarizam com os familiares e amigos e ressalta o exemplo de profissional que Adelson Barbosa sempre foi”, diz a nota da API.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM