GERAL

Como formalizar o valor de aluguel do seu apartamento em João Pessoa compatível com o mercado
Veja quais as características que influenciam e saiba como fazer o cálculo.




Foto: Freepik

Ao optar por colocar um imóvel para alugar no mercado, uma das primeiras dúvidas que surgem é em relação como calcular o preço do aluguel em João Pessoa.

Esse é um ponto delicado e por isso exige a atenção e o cuidado por parte do proprietário. Isso porque ao mesmo tempo em que o valor do aluguel deve condizer com as características do imóvel, valorizando sua presença no mercado, o valor não pode ser tão elevado a ponto de não atrair nenhum locatário.

Para chegar a um valor, devem ser levados em conta aspectos tangíveis, que podem ser mensurados e avaliados de forma objetiva. E também aspectos intangíveis, cujo valor vai ser atribuido conforme a experiência de quem estiver realizando o estudo.

Essas são algumas características que fazem parte do trabalho de avaliação de propriedade imobilária, que tem como objetivo estimar o valor de um apartamento para alugar em João Pessoa, bem como para outros fins como partilha dos bens de uma herança, estudo econômico e financeiro, cálculo de indenização por expropriação, determinação de valor para efeitos fiscais, entre outras utilidades dentro do mercado imobiliário.

Outro tópico importante que deve ser levado em conta na hora de realizar a pesquisa sobre o valor do aluguel é a questão da lei da oferta de procura. Conforme mencionado anteriormente, o valor deve condizer com os interesses de ambas as partes, além de gerar em lucro para o proprietário. Por isso vale lembrar que um imóvel com grande oferta, mas pouca procura terá seu aluguel reduzido, depreciado. Enquanto um imóvel com pouca oferta, mas muita procura eleva o valor do aluguel. Por isso, além de levar em conta todas as características do imóvel, é importante estar ao contexto, sobretudo econômico e social da região onde ele se encontra. Agora que você já sabe um pouco mais sobre precificação, veja como calcular o preço do seu imóvel e quais características devem ser levadas em conta, a seguir:

COMO REALIZAR O CÁLCULO DO ALUGUEL

O cálculo de um aluguel é feito com base na soma dos valores do Índice Geral dos Preços de Mercado (IGP-M), um índice medido pela Fundação Getúlio Vargas, na soma de 12 meses antes do aniversário de contrato.

O índice IGP-M é realizado com base na média aritmética ponderada de outros três fatores, que são eles: Índice de Preços ao Produto Amplo (10%), Índice de Preços ao Consumidor (30%) e índice Nacional de Custo da Construção (10%). A periodicidade do levantamento desses índices acontece de vinte em vinte dias, com a divulgação pela Fundação Getúlio Vargas organizada de 10 em 10 dias.

FATORES OBJETIVOS PARA O CÁLCULO DO ALUGUEL

O cálculo de um imóvel segue como base as características atribuidas a ele pela construção.Já as questões técnicas podem ser avaliadas conforme o Custo Unitário Básico (CUB) calculado pelo Sindicato da Construção Cívil (Sinduscon) levando em conta aspectos como tamanho e padrão de acabamento. Também podem ser levados mais alguns aspectos em conta como:

IDADE DO IMÓVEL: quanto mais antigo, mais o imóvel acaba sendo desvalorizado. Isso porque os imóveis antigos refletem as características referentes a sua época de construção e com isso podem apresentar deteriorização. Por isso, muitas vezes é necessário a reforma, para oferecer condições de segurança e ainda atrair potenciais inquilinos, com pequeno ajustes capazes de tornar o imóvel mais amplo e também mais moderno.

LOCALIZAÇÃO: Outro ponto que conta na hora de determinr o valor do aluguel e sem dúvida um dos que tem mais peso é a questão da localização. Imóveis com fácil acesso ao centro da cidade, avenidas principais, pontos de ônibus e ainda com comércio e serviços próximos tem a ter o preço do aluguel mais elevado, em virtude da comodidade que oferecem aos inquilinos. Além disso, características externas também costumam influenciar neste cálculo como investimentos que entregam mais qualidade de vida como asfalto, iluminação pública, saneamento básico, poda de árvores, limpeza, entre outros fatores que contribuem para valorizar o imóvel. E por fim, mais não menos importante quando o assunto é locação, é a questão da segurança. Bairros mais seguros tendem a ser mais valorizados do que outros.

FATORES INTANGÍVEIS PARA O CÁLCULO DO ALUGUEL

Além das características técnicas, é preciso lembrar que ao colocar um imóvel para alugar, alguns itens que somam no valor acabam sendo menos objetivos do que outros. Isso porque em uma mesma rua é possível encontrar imóveis com características semelhantes e valores totalmente diferentes que muitas vezes podem ser estipulados com base em preferências pessoais do proprietário. Entre elas estão questões como:

INCIDÊNCIA DE SOL: imóveis com janelas para o lado norte são mais valorizados pois receber a luz do sol durante todo o dia. O imóvel “pegar sol” é importante pois a luz solar mantem o ambiente livre de mofo e de umidade, melhorando a saúde dos moradores e o aspecto geral dos ambientes.

REFORMAS E MOBÍLIA: se o imóvel passou por melhorias para receber os novos inquilinos, eles tendem a ser mais valorizados. Isso vai desde troca do piso, pintura das paredes até outros elementos como presença de móveis planejados, geladeira, cooktop e demais eletrodomésticos, que por oferecerem mais facilidade e comodidade ao inquilino, podem ser somados no valor das mensalidades.

VALOR DO CONDOMÍNIO E DO IPTU: embora não seja uma regra, cobranças como o condomínio e o IPTU também podem ser considerados na hora de realizar o cálculo do aluguel. Em casos, por exemplo, em que o IPTU já estiver pago, isso pode ser utilizado como forma de colocar um acreéscimo na cobrança do aluguel. Em relação ao condomínio, também entram outros aspectos que o edíficio disponibiliza como áreas de lazer, equipamentos e central de segurança, presença de porteiros, existência de elevadores, vagas na garagem, salão de festas, parque para as crianças, academia, espaço gourmet, área pet, todos esses são elementos em que a existência podem vir a contribuir para a valorização do preço do aluguel, uma vez que agregam para a qualidade de vida do inquilino.

Curtiu? Compartilhe em suas redes sociais!




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM