PARAÍBA

Juiz monta força-tarefa para limpeza de rodovia




Reprodução

Além das atribuições da Comarca, o juiz Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto, mostra que é um cidadão preocupado com a vida das pessoas e dos animais. Neste mês que se encerra nesta sexta-feira (31), mais de 60 cães e gatos em situação de rua da cidade de Itaporanga foram beneficiados pelo Projeto Alimentando os Pets, implementado no Fórum João Espínola Neto pelo magistrado.

Por meio de parceria com o Centro de Zoonoses local, cerca de 10 animais já foram vacinados. A iniciativa, que tem pouco mais de um mês de lançada na Comarca, conta, também, com apoio do Corpo de Bombeiros, que dá banho nos animais e a população tem ajuda na alimentação.

Essa semana, o magistrado descobriu que na travessia entre Itaporanga e Piancó, as placas de sinalização na rodovia estavam sendo tomadas pela vegetação, o que poderia trazer consequências graves para os motoristas.



Verificando in loco a falta de visibilidade das placas nesse trecho da Rodovia Federal BR-361, o juiz Antônio Eugênio, provocou o Ministério Público a oficiar o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DENIT) para que fosse realizada a limpeza e manutenção em caráter de urgência para que os serviços fossem feitos.

De acordo com o juiz, que é titular da 2ª Vara da Comarca de Itaporanga (PB), na condição de cidadão, ele tentou o contato telefônico com o órgão federal e não obtendo êxito, foi motivado a manifestar suas preocupações com a segurança dos motoristas, junto ao promotor de justiça, José Leonardo.
 

“Eu vejo isso como grande preocupação pela quantidade de acidentes que nós temos no sertão, apesar da grande maioria desses acidentes sejam derivados de ingerência de bebida alcoólica. Eu mesmo fiz as fotografias. As placas não eram longe não, elas estavam colocadas próximo ao Cristo Redentor, e ao Agrovilas. Encaminhei ao Ministério Público, por entender que era o meu dever como cidadão”, comentou o magistrado ao MaisPB.

“Registro que solicitei do comandante dos bombeiros de Itaporanga, Capitão Gleidison, para entrar em contato com as prefeituras de Itaporanga e Piancó e que fosse feita uma operação de emergência, diante da gravidade de ocorrência de acidentes na via por ausência de sinalização. Nós fazemos aqui um trabalho social em prol da sociedade”, revelou.

A situação foi debatida com o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar local, que perceberam os riscos apresentados, que a falta de sinalização poderia trazer aos condutores e decidiram agir voluntariamente, limpando a vegetação e manutenção das placas. Resultado, tudo foi resolvido com mostram as fotografias.

 

“Agradeço também ao Secretário de Obras, de Itaporanga, Hermes, que disponibilizou equipe de homens e maquinas, para se juntar ao Corpo de Bombeiro e realizaram o trabalho”, concluiu o magistrado.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM





google.com, pub-3622982186074943, DIRECT, f08c47fec0942fa0