ESPORTES

E-mail revela que Fla sabia de problemas elétricos em alojamento do Ninho
Correspondências internas trocadas entre os então responsáveis pelo dia a dia do CT apontaram aos dirigentes do Flamengo as "não conformidades" das instalações e "suas gravidades".




Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Trocas de e-mails obtidas pelo UOL Esporte evidenciam que o Flamengo sabia de riscos em função da precariedade das instalações elétricas do Ninho do Urubu desde 11 de maio de 2018 - nove meses antes do incêndio no alojamento do centro de treinamento que matou dez meninos das categorias de base do clube após um curto-circuito em um dos aparelhos de ar-condicionado do local.

Correspondências internas trocadas entre os então responsáveis pelo dia a dia do CT apontaram aos dirigentes do Flamengo as "não conformidades" das instalações e "suas gravidades", mostrando que os seguidos autos de infração da Prefeitura não eram os únicos problemas para o funcionamento do lugar como dormitório.

 
Os problemas na parte elétrica foram verificados semanas antes. A partir disso, foi chamado um técnico de segurança do trabalho do clube para a realização de uma inspeção no local. Tal visita ocorreu no dia 10, com novo relatório técnico feito no dia seguinte e enviado a responsáveis rubro-negros.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESPORTES  |  25/10/2020 - 18h

Cajazeiras - PB
 




ESPORTES  |  22/10/2020 - 04h







google.com, pub-3622982186074943, DIRECT, f08c47fec0942fa0