GENTE

Goiás: Dois advogados são mortos a tiros em escritório de advocacia
Segundo a Polícia Militar, dois homens agendaram para serem atendidos pelos profissionais.




Reprodução

Na tarde desta quarta-feira (28), dois advogados foram mortos a tiros em um escritório de advocacia em Goiânia, Goiás. As vítimas foram identificadas como Marcio Aprigio Chaves, de 41 anos, e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, de 47 anos.

 
Segundo a Polícia Militar, dois homens agendaram para serem atendidos pelos profissionais. Ao chegarem no escritório, eles entraram e esperaram. A secretária teria levado eles até a sala dos advogados, que fica na parte de trás da casa onde funciona o estabelecimento, e nesse momento os dois suspeitos colocaram as vítimas de costas e disparam.

As autoridades ainda informaram que, ao ouvir os disparos, a secretária teria corrido para uma outra sala e se trancado dentro de um banheiro. Outras testemunhas relataram à TV Anhanguera que os criminosos pararam o carro em frente ao escritório, entraram e atiraram contra os advogados.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Goiás (GO) divulgou que Marcio é filho do desembargador Leobino Valente Chaves, ex-presidente do Tribunal de Justiça de Goiás.

A Polícia Militar isolou o escritório. A assessoria de Comunicação da corporação informou, em nota, que, no momento, ” diligências ocorrem para que ocorra a prisão dos autores deste crime”.

 
A Polícia Civil informou que o delegado Francisco Junior está no local para dar início à investigação e esclarecer as circunstâncias de como o duplo homicídio aconteceu.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






GENTE  |  04/12/2020 - 12h

Uiraúna - PB