PARAÍBA | PANDEMIA

Prefeito contesta bandeira laranja em Campina Grande
O gestor questionou a avaliação e disse ter condição de controle local da pandemia.


Reprodução

O prefeito Cunha Cunha Lima (PSD) se manifestou, na noite deste sábado, 6, sobre o anúncio do Governo do Estado de que Campina Grande ingressou na bandeira laranja, mais restritiva.

O gestor questionou a avaliação e disse ter condição de controle local da pandemia.

 
“Recebemos pacientes de outras cidades com muito orgulho. Como disse, estamos de portas abertas para ajudar. Essa é uma marca registrada das pessoas de Campina. Mas, sinceramente, não podemos ser penalizados por estarmos ajudando nossos irmãos de outras cidades. Qual o sentido?” – afirmou.
 

Mas, também não se pode negar que, aqui em Campina, desde o início de tudo, estamos fazendo todos os esforços para garantir tratamento público de qualidade e em quantidade suficiente para atender aos pacientes infectados pelo novo coronavírus. Basta ver os números da cidade – contemporiza o prefeito, reforçando que a Prefeitura tem tomado todas as decisões de forma discutida com a cidade, debatidas e construídas com as pessoas que fazem Campina. “Editamos decreto, ampliamos a fiscalização, multamos e interditamos estabelecimentos e estamos ampliando leitos de UTI. Nada disso é fácil, mas fazemos”, completou.

Hoje, Bruno participará de uma videoconferência com o governador João Azevêdo (Cidadania).

 
Participarão também do encontro o prefeito Cícero Lucena, de João Pessoa, além de representantes do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM