PARAIBA - + NOTÍCIAS | EM CAMPINA GRANDE

TCE-PB: ex-secretários municipais terão que devolver R$ 5,8 milhões ao erário


Reprodução

O ex-secretário de Obras e Serviços Urbanos de Campina Grande, Alex Azevedo, teve as contas referentes a 2012 rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), nesta terça-feira (11). O balancete é referente ao último ano da gestão de Veneziano Vital do Rêgo (MDB), hoje senador, à frente da prefeitura. O ex-gestor, no entanto, não é alvo da denúncia. A 2ª Câmara do órgão de controle imputou débito de R$ 5,8 milhões referentes a despesas não comprovadas.

Os valores que deverão ser ressarcidos ao município, solidariamente, com Júlio César de Arruda e Rennan Trajano Farias, na condição de ordenadores de despesas. Estes dois últimos, assim como Alex Azevedo, eram secretários municipais em 2012. Ambos atuaram na pasta de Finanças da prefeitura. Entre as irregularidades apontadas pela auditoria e ratificadas pelo Ministério Público de Contas destacaram-se pagamentos à empresa Maranata Prestadora de Serviços e Construções Ltda sem a devida comprovação.

 
A 2ª Câmara aponta ainda como irregulares despesas sem processo de licitação. Os pontos contam no voto do relator da ação, Antônio Cláudio Silva Santos. A votação foi unânime.

ASSISTA ABAIXO A SESSÃO:


Confira o vídeo:






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



+ NOTÍCIAS  |   16/06/2021 13h04


+ NOTÍCIAS  |   15/06/2021 06h01


+ NOTÍCIAS  |   14/06/2021 14h35