PARAIBA - GERAIS | PADRASTO SUSPEITO

Menino de 2 anos morre em hospital com suspeita de espancamento
Companheiro da mulher, que não é o pai da vítima, a acompanhava no hospital, mas fugiu ao saber que a criança estava morta.


Reprodução

Um menino de dois anos morreu, na manhã desta quarta-feira (30), no bairro Pedregal, em Campina Grande. A mãe do garoto foi detida porque há a suspeita de que a criança tenha sido espancada.

 
Conforme apuração da TV Correio, a mãe levou a criança para o Hospital de Trauma de Campina Grande, ao perceber que o menino estaria sonolento. No local, os médicos constataram que ele já chegou sem vida e tinha hematomas pelo corpo. Devido à suspeita de violência, a polícia foi acionada.

O companheiro da mulher, que não é o pai da vítima, a acompanhava no hospital, mas fugiu ao saber que a criança estava morta. Ele ainda é procurado pela polícia. A mãe do menino não quis falar com a TV Correio.

O delegado Francisco de Assis disse à TV Correio que a mulher estaria sob o efeito de entorpecentes ao ser ouvida e teria dito que o companheiro seria responsável pela morte do menino. O homem tem 27 anos e já tem passagem pela polícia.

 
O delegado explicou que estava aguardando a mulher retornar ao estado de lucidez para que possa dar detalhes do que ocorreu.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM