GENTE

Tomás Covas, 15 anos, a Bolsonaro: “Covarde que nunca saberá o que é amor”


Reprodução

O filho do ex-prefeito de São Paulo Bruno Covas (PSDB), Tomás Covas, 15 anos, decidiu se manifestar sobre os ataques desferidos nesta segunda (2) pelo psicopata de Brasília contra seu pai, que morreu em maio deste ano após uma longa batalha contra o câncer.

 
À coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Tomás disse que Bolsonaro fez “uma fala covarde” ao atacar quem não pode mais se defender.

"Lamento a fala dita hoje pelo incompetente e negacionista presidente Bolsonaro. Em uma fala covarde hoje durante a tarde, ele atacou quem não está mais aqui conosco, não dando o direito de resposta ao meu pai. Além disso, cumprimos com todos os protocolos no estádio do Maracanã, utilizando a máscara e sentando apenas nas cadeiras permitidas”, afirmou ele em mensagem enviada à coluna.
 

Uma tristeza as agressões vazias do presidente contra meu pai. Não é certo atacar quem não está mais aqui para se defender. Meu pai sempre foi um homem sério e fez questão de me levar ao Maracanã no fim da sua vida para curtirmos seus últimos momentos juntos. Isso é amor! Bolsonaro nunca entenderá esse sentimento”, completou.

 
Quem defende Bolsonaro ou tenta compará-lo a qualquer pessoa é pior do que ele.

REVEJA

O psicopata de Brasília atacou nesta segunda-feira (02) o ex-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que morreu em 16 de maio deste ano, vítima de um câncer na cárdia, entre o estômago e o esôfago.

"Fecha São Paulo e vai para Miami. O outro que morreu fecha São Paulo e vai ver Palmeiras e Santos no Maracanã”, disse Bolsonaro no cercadinho do Alvorada.




 
Em janeiro, Bruno Covas foi ao Maracanã para ver a final da Libertadores com o filho. Foi uma das últimas atividades dos dois juntos.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






GENTE   |   19/10/2021 06h29

Sousa - PB
 

GENTE   |   19/10/2021 04h55