SAÚDE | PANDEMIA DA COVID-19

Variante Delta já se encontra em 25 municípios - VEJA QUAIS
Dos 125 casos confirmados no estado, 53 foram diagnosticados em Campina Grande, que vai retomar com barreiras sanitárias para conter avanço da variante.


Reprodução

Campina Grande concentra mais de 42% dos casos de infecção e mortes causadas pela variante Delta do novo coronavírus na Paraíba, segundo confirmou a Secretaria de Estado da Saúde, nesta quinta-feira (9).

Dos 125 casos identificados no estado, 53 foram diagnosticados em Campina Grande. Do total de sete mortes na Paraíba, três foram registradas em Campina.

Para tentar conter o avanço da variante, a Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande informou que vai retomar com as barreiras sanitárias na cidade. Mas, ainda não disse quando e nem como.

Na quarta-feira (8), a Fiocruz enviou as análises de 131 casos, confirmando 100 para a variante Delta e 31 para a variante Gama.


Municípios com casos da variante Delta:
  • Alagoa Nova - 16 casos
  • Barra de Santana - 2 casos
  • Brejo do Cruz - 1 caso
  • Cabedelo - 1 caso
  • Cajazeiras - 1 caso
  • Campina Grande - 53 casos
  • Caturité - 2 casos
  • Conde - 1 caso
  • Cruz Espírito Santo - 1 caso
  • Guarabira - 2 casos
  • Itabaiana - 1 caso
  • João Pessoa - 20 casos
  • Juazeirinho - 2 casos
  • Junco do Seridó - 7 casos
  • Lagoa Seca - 4 casos
  • Massaranduba - 1 caso
  • Matinhas - 1 caso
  • Patos - 1 caso
  • Pedra Lavrada - 1 caso
  • Pombal - 1 caso
  • Queimadas - 2 casos
  • Santa Rita - 1 caso
  • Salgado de São Félix - 1 caso
  • Santo André - 1 caso
 

Delta na Paraíba


A faixa etária de 20 a 29 anos representa 30,4% dos casos, com 38 registros, das 125 amostras sequenciadas. Pelo menos três adolescentes, com menos de 15 anos, também foram diagnosticados com a variante.

Pelo menos 72 dos casos de infecção pela Delta foram confirmados em mulheres, enquanto 53 em homens.

Das sete mortes causadas pela variante, quatro foram de pessoas do sexo masculino e uma do feminino. Três óbitos foram registrados em Campina Grande, dois em João Pessoa, um em Alagoa Nova e um em Lagoa Seca.

Apenas duas das pessoas que morreram estavam com o esquema vacinal incompleto.

Conforme o secretário Geraldo Medeiros, os casos que evoluem para casos mais graves, ocorrem, normalmente, em pessoas que se recusaram a se vacinar, ou em idosos. Por isso, a partir da próxima semana, os idosos acima de 70 anos e as pessoas imunossuprimidas serão contempladas com a dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

A data de sintomas do primeiro caso confirmado de infecção pela variante Delta é do dia 15 de julho, de um homem com 23 anos, morador de Campina Grande, sem histórico de viagem ou contato de caso confirmado para a Delta.

 
Também foi registrada a morte de homem de 42 anos, sem comorbidades e sem histórico vacinal, que havia viajado para o Rio de Janeiro e morava em João Pessoa. Os familiares dele não apresentaram sintomas e o caso deve seguir ainda em investigação, pelo município, para rastreio dos contatos.

Atualmente, a Paraíba tem 436.341 casos confirmados de contaminação e 9.224 mortes causadas pelo novo coronavírus.

CONFIRA O RELATÓRIO COMPLETO
paraiba.pb.gov.br...aiba__.pdf/view




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



SAÚDE  |   16/10/2021 13h00





SAÚDE  |   15/10/2021 08h00

Uiraúna - PB