POLÍTICA

MP apura supostas irregularidades em compra de refeição para servidores por ex-prefeita
Medida foi publicada na edição do Diário Eletrônico Oficial dessa segunda-feira (13) e determinou que o inquérito civil público nº 001.2019.000347 seja prorrogado.


Reprodução

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Sousa, vai prorrogar apuração de denúncia de supostos atos de improbidade administrativa praticados pela então prefeita de Joca Claudino, Lucrécia Barbosa.

 
De acordo com a publicação, a gestora teria cometido irregularidades na aquisição de refeição para os funcionários municipais.

A medida foi publicada na edição do Diário Eletrônico Oficial dessa segunda-feira (13) e determinou que o inquérito civil público nº 001.2019.000347 seja prorrogado. A publicação não traz mais detalhes sobre quais irregularidades teriam sido cometidas e qual a extensão dos danos supostamente causados aos cofres municipais.

 
O caso está sob a responsabilidade do promotor de Justiça, Eduardo Luiz Cavalcanti Campos.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   23/07/2021 07h09

Joca Claudino - PB
 




POLÍTICA  |   25/06/2021 14h09

Joca Claudino - PB
 

POLÍTICA  |   01/06/2021 13h01

Joca Claudino - PB