POLICIAIS | LUTO

Crediarista potiguar é morto por colega no Maranhão


Acusado (à esqueda) / Vítima (à direita) - Reprodução

O crediarista alexandriense Alexandre Rauilson Nunes Maniçoba, de 39 anos, conhecido como "Raul de Bolau", foi morto a golpes de faca enquanto dormia na cidade de Granjaú, no sul do estado do Maranhão, na noite de ontem.

O acusado é o também crediarista Ruilemis Bezerra que é natural de Tenente Ananias e trabalhava junto com a vítima.

 
Segundo as informações ambos teriam bebido e tiveram início uma discussão por o preço de uma casa. Algo totalmente fútil, flagrantemente desproporcional ou inadequado até mesmo a uma discussão mais calorosa.

Segundo informações, após a discussão, a vítima teria voltado para casa de apoio onde ficam hospedados os crediaristas, após tomar banho saiu e ao voltar soube que o acusado estaria à sua procura. Contudo, entendendo que nada ocorreria e que Ruilemis Bezerra não o atacaria, Alexandre Rauilson deitou-se para dormir, quando seu algoz adentrou na residência e o chamou para brigar, tendo tido a vítima que se ele quisesse poderia vir. De pronto, o suspeito afirmou que voltava e saiu, retornando minutos após portando uma faca peixeira e já passou a desferir golpes contra Ruilson Maniçoba.

Os outros crediaristas, ao perceberem o acusado correr entre as redes com a faca na mão, tentaram detê-lo, chegando a desferir cadeira contra o mesmo, que conseguiu lograr êxito e fugiu em um veículo.

Os demais, socorreram o alexandriense, que já chegou ao hospital sem vida.

 
Alexandre Rauilson residia na rua Xavier Fernandes 220, no centro da cidade de Alexandria, no Oeste potiguar. O corpo está com previsão de chegar em Alexandria amanhã á noite e o sepultamento deve ocorrer na terça-feira pela manhã.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






POLICIAIS  |   18/10/2021 05h34


POLICIAIS  |   16/10/2021 11h00