GENTE | Relacionamentos

Breve manual infalível para tornar seus filhos infelizes
Você não sabe mais o que fazer para destruir a felicidade e o futuro de seus filhos? Não se desespere: basta ler estas dicas simples com atenção.


Reprodução

Você não sabe mais o que fazer para destruir a felicidade e o futuro de seus filhos? Não se desespere: basta ler estas dicas simples com atenção.

Deixe-me contar a vocês sobre uma criança chamada Legião. É, cada vez mais, uma espécie de praga do século 21. Já a vi em muitas ocasiões, lugares, etnias e níveis sociais, com nomes e rostos diferentes.

É uma criança cujo choro usurpou o controle dos pais, a ponto de a família obedecê-la à menor ameaça de choro, como se fosse o mais estrito decreto de um tirano.

 
Gostaria de saber como criar um filho assim? É fácil, basta seguir as instruções contidas neste manual breve e infalível:

Dê a ele, desde pequeno, uma chupeta eletrônica

Bem, não se chama exatamente “chupeta eletrônica”, mas Tablet, Smartphone, X-box ou algo parecido, mas o efeito é sempre o mesmo: usar a tecnologia para entretê-lo, para que cresça achando que é responsabilidade do professor, do chefe ou da esposa fazer sempre algo para que ele não fique entediado.

Pense que é muito bom que seu filho se mantenha atualizado com a tecnologia. Não preste atenção ao que disse Isabel F. del Castillo : “A tecnologia conquistou algo inusitado na história da humanidade: que as crianças brinquem sem que seus corpos participem. É a última volta do parafuso de uma cultura que há muito separou a alma do corpo, o corpo da mente, o espírito da matéria e a humanidade da natureza e suas leis “

Nunca permita que ele chore

Que toda discussão seja resolvida de forma que ele não acabe chorando. Esqueça o velho ditado: “chorar faz bem pra saúde”. Toda vez que seu filho chorar, corra para confortá-lo como se fosse uma questão de vida ou morte. Assim, ele aprenderá que, na vida, vence quem grita mais alto; que ele pode fazer o engarrafamento se dissipar buzinando, por exemplo.

Seja mesquinho com as expressões de amor

Seu filho sabe que você o ama. Não pense que precisa passar tempo com ele ou ser carinhoso(a) com ele: você sabe que ele já sabe disso e não vai esquecer.

Se quer que seu filho seja inseguro por toda vida e não saiba dar ou receber amor como adulto, é muito fácil: seja medíocre em suas demonstrações de amor.

Ensine a seu menino que ele tem mais direitos que a irmã dele

Isso mesmo: se você quer que seu filho seja abusivo, mandão, muito macho quando for adulto, ensine-lhe que meninos e meninas não devem ser tratados da mesma forma. Faça-o ver que os meninos não precisam saber cozinhar nem as meninas precisam cuidar das finanças; que apenas as mulheres podem ir às compras ou lavar pratos, e que as mulheres não podem colocar um prego ou trocar um pneu furado.

Mostre a ele pelo exemplo que há coisas que devem ser feitas exclusivamente por homem e mulher, e que os papéis sociais são inamovíveis.

Deixe-o viver em uma bolha

Rabindranath Tagore disse em um belo poema chamado “Bênção“, que houve um momento em que uma criança pequena “não aprendeu a desprezar o pó nem a desejar o ouro.” Se você quer um filho fraco, é muito fácil: tenha medo.

O medo dos pais sempre se traduz em superproteção. Se quer ter um filho inseguro, doente, medroso, é muito fácil: não permita que ele brinque na água ou na terra, resolva todos os seus problemas, impeça que ele sinta frustrações e dor ou que passe por dificuldades.

Resumindo, torne tudo mais fácil para ele. Assim, quando chegar o momento em que tiver que enfrentar a vida real, ele não terá as ferramentas necessárias para se defender sozinho.

Dê a ele tempo de qualidade

Todos sabemos que ninguém tem tempo suficiente neste século tão singular. Dê ao seu trabalho todo o tempo necessário, afinal isso não prejudica o desenvolvimento do seu filho.

Não importa se você não consegue dar muito tempo a ele: apenas dê-lhe tempo de qualidade, como sentar para assistir à TV com ele ou irem ao cinema juntos, em atividades onde ele fique entretido e contente, e você esteja ao seu lado.

Isso fará com que ele se torne realmente um estranho para você e você nunca consiga descobrir suas necessidades, sonhos e desafios.

 

Faça-o acreditar que o material é sinônimo de felicidade

Se você está muito ocupado(a) com o seu desenvolvimento pessoal ou profissional, é muito fácil: pense que pode compensar sua ausência com presentes. Seu filho sempre ficará mais feliz com brinquedos caros do que com seu apoio durante os deveres de casa, sua companhia em casa ou uma mãe que os apoia em seus interesses. Sim, mesmo que cresça sem ter noção do que é o lar e a família, e cresça sem limites, acreditando que merece tudo.

Agora, deixe-me voltar para aquela criança chamada Legião. Confesso que não sei exatamente qual é o seu futuro. Não cheguei a seguir seus passos para ver no que ele se torna quando cresce, mas tenho para mim que, em sua metamorfose, ele se torna aquele adolescente insaciável que faz seus pais sentirem que estão em dívida com ele por ter-lhe dado a vida.

Mais tarde, talvez ele se transforme naquele adulto tímido e medroso, ou naquele pobre homem que luta com uma longa e eterna adolescência, não sei.

Se você não quer que seu filho se transforme num tipo singular como esse, mas que seja simplesmente um bom homem, é muito simples: por favor, não siga este pequeno manual para tornar infelizes essas pobres crianças chamadas Legião.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM